postado por Funs Hunter em 14 novembro 2011

Resenha | Hathor

Autor: Markus Thayer
Editora: Novo Século (Novos Talentos da Literatura Brasileira)
Páginas: 349
Skoob: Adicione
Avaliação:
Compre: Autografado direto com o autor


Sinopse: John McBrian é estudante de engenharia e tem uma vida normal até encontrar um antigo mapa na biblioteca do King's College. Acompanhado de seu professor e de seu melhor amigo, ele cruzará o oceano com o objetivo de chegar até onde o mapa aponta: a Serra do Roncador, no Brasil.
Perseguidos por pessoas misteriosas e atormentados pela incerteza, eles serão movidos pela coragem e pelo desejo de possuir o maior de todos os tesouros.
Mas existe algo que ninguém sabe:
Apenas John tem a chave!


"Subitamente, deu de cara com uma enorme chave medieval de uns trinta centímetros de comprimento. Pegou o objeto e passou a observá-lo mais atentamente."


Hathor tem início em uma aula da faculdade de Cambridge, onde estuda John McBrian. Antes do término da aula o professor Sir Oliver pede aos alunos um trabalho sobre o tema em estudo na aula daquele dia.
Com o tempo curto para pesquisarem - apenas dois dias - John e seu amigo, Willian, passam a tarde na biblioteca e, sem notar o tempo passar, John leva alguns livros para terminarem a pesquisa na pensão onde vive.
Em determinado livro, John descobre que duas páginas estão coladas e entre essas páginas existe um outro pedaço de papel. Johan não sabe mas, esse pequeno papel entre as páginas do livro irá mudar sua vida completamente.

"John, após alguns sustos, chegou à pedra com o número "IV" talhado. Parecia um pedaço de rocha como outro qualquer, mas ao bater com um martelo..." PAG 79

Apesar da história se passar em 1856, a linguagem utilizada pelo autor não é complicada. Complicado mesmo é entender a capa sem ler o livro. Confesso que fiquei um bom tempo imaginando o que a capa estava escondendo. Ficou curioso também? Um pouco depois da metade do livro a significado da capa é revelado na história.
Markus Thayer criou uma história sobre um tema que só tinha visto em filmes. Passado e futuro se misturam no tempo presente de John McBrian.

Existem outras pessoas de olho na descoberta de Sir Oliver e seus alunos. Já não basta os ladrões que os seguiram, eles terão que enfrentar ninjas em busca de um tesouro. Cada equipe fica com um objeto encontrado seguindo a primeira pista escondida entre os livros.
Seguindo as novas pistas, John e seus amigos precisam vir de Londres até o Brasil. Uma viagem longa para a época.

Você já se imaginou encontrando um objeto estranho, muito avançado para sua época?
Pois foi isso que John descobriu. O objeto que ficou com seu grupo é um novo tipo de metal, tão leve que parece flutuar no ar.
Os segredos revelados no livro são incríveis, inacreditáveis para o tempo em que Sir Oliver, John e Willian viviam. Um mundo totalmente diferente do nosso pode existir?

"O chão começou a tremer. Assustados todos correram na direção do rio. Um ruído ensurdecedorse fez ouvir. Um poderoso ronco vinha do interior da montanha." PAG 162
As repetições nos nomes dos personagens é um pouco cansativa, não sei se o autor teve algum propósito para isso mas, creio que não era preciso nome e sobrenome em diversas passagens do livro. Quando conhecemos determinada pessoa na história, somos logo apresentados a ela e já ficamos habiatuados em ler somente o primeiro nome nas demais páginas.

Recomendo, a todos que querem conhecer uma nova aventura repleta de fantasia, a leitura de Hathor. Um romance realmente cativante.


Book Trailer


##################################################################################

Quer ganhar um kit de Marcadores?
Super simples, basta comentar na resenha de Hathor. Entre os marcadores terá de Hathor autografado pelo autor Markus Thayer. Os comentários serão numerados e o sorteio será feito pelo site Random.org no dia 20/11.



20 comentários:

  1. eu ja tinha ouvido falar de Hathor,um romance bem misturado com ficção científica.parece ser um livro no mínimo interessante,fiquei curiosa com a capa! rs gostei da resenha,detalhista sem dá spoiler(graças a Deus!) e viva a nossa literatura! ^^

    ResponderExcluir
  2. que livro bacana, espero um dia poder ler ele em breve, parabéns pela resenha adorei!

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha visto a capa e não me interessei de ler a resenha, mas depois de você me deixa curiosa quem sabe eu não leia um dia o livro.Parece cheio de mistérios tipo investigação e ainda tem ladrões e ninja. Que legal!

    Agora quero saber o que a capa tem haver com a trama.

    =D

    ResponderExcluir
  4. Bem eu já tinha visto a capa do livro e algumas resenhas, mas não me interesso, quero dizer, só agora com a sua resenha eu me vi quem sabe lendo esse livro. Puxa! deve ser legal, cheio de mistérios, ladrões e ninjas. Quem diria!

    Espero um dia ter o livro em mãos para ler.


    =D

    ResponderExcluir
  5. Só lendo o livro mesmo pra entender o significado da capa..rsrs.. Você não vai se arrepender em ler

    ResponderExcluir
  6. Você não se arrependerá Ana. Quando tiver oportunidade em ler aproveite!

    ResponderExcluir
  7. Eu adorei o livro. Totalmente inusitado :3 Ah, eu fiquei virando a capa pra tentar entender, mas quando a gente ler o livro percebe o significado. Adorei a resenha (:

    ResponderExcluir
  8. Eu fiz a mesma coisa que você. Fiquei virando o livro tentando entender e nada vinha a mente. Só depois que li mesmo que entendi.

    ResponderExcluir
  9. Já li o livro. A leitura é realmente cativante. E quando terminamos a leitura descobrimos o segredo da bela capa do livro. Gostei bastante da estória e da sua resenha. Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Não li o livro mas essa resenha despertou minha curiosidade...

    ResponderExcluir
  11. O livro é bom mesmo... Espero que tenha continuação.

    ResponderExcluir
  12. Vale muito a pena ter esse livro.

    ResponderExcluir
  13. Adorei sua resenha, muito bem escrita.

    Já li Hathor e me surpreendi muito, achei o livro maravilhoso principalmente quando fala sobre o poder dos nossos pensamentos....

    ResponderExcluir
  14. Eliane G Fernandes5 de dezembro de 2011 13:36

    Amei a resenha e estou curiosissima para ler este livro. Já está na minha lista de futuras aquisições!

    ResponderExcluir
  15. Muito boa sua resenha!
    Estou ansiosa para conferir esse ficção científica brasileira.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Way To Happiness18 de maio de 2012 23:24

    É um livro misterioso portanto se passa aqui no brasil e faz com que nós ficamos mais curiosos. Adorei o livro, e a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Opa. Por que ninguém comentou ainda? Cadê o apoio aos autores nacionais, gente?

    Bem, vamos lá. Aplaudo a proposta do Markus antes de tudo. Escrever um livro que trás viajantes da Europa para o Brasil, tomando nosso país como centro dos eventos, é no mínimo ousado. Isso já foi feito, mas geralmente o destino é algum país do Velho Mundo. A Europa é linda, a Europa é perfeita. Que bom que finalmente estão derrubando essa imagem! O Brasil tem muitos cenários para se narrar boas histórias!

    Essa capa... vou descobrir o que significa! Espere eu ter a chance de ler o livro, rs. :)

    Sucesso ao autor e ao blog!

    ResponderExcluir
  18. Patricia Modesto9 de junho de 2012 01:35

    Hmm... Este livro parece ser bem interessante.
    Não sei se é no mesmo estilo, mas lendo a resenha, logo lembre do filme "A Lenda do Tesouro Perdido", o que se for, muito me agrada já que amo esse filme. *-*
    Confesso que ao citar a arte na capa tive que revê-la e sim, deixou-me instigada para saber seu significado. Até assisti ao Book Trailer em busca de alguma dica, mas não achei. #mimimi (Haha! Nem estou curiosa né?!)
    Espero poder ter a oportunidade de ler Hathor.

    ^-^
    Beijo.

    ResponderExcluir
  19. Parece ser bem interessante, realmente tem uma mistura com filme "A Lenda do Tesouro Perdido"
    Deve ser estranho encontrar um objeto avançado e não ter uma noção para que ele serve. Eu me desesperaria... rsrs

    ResponderExcluir
  20. Saudações digitais :D

    Hathor é mesmo um daqueles livros voltados a ficção cientifica, onde o autor acrescenta mais personagens e reviravoltas a cada pagina, a cada capitulo, para criar os nós da trama. E, mais que isso, também é um daqueles livros romance, onde cada personagem acha sua 'alma gêmea' na história. Markus caprichou nesse livro, misturando arcaico e tecnológico, passado e futuro para tornar a leitura eficaz e deveras interessante. E também aproveitou o gancho para deixar um mistério a ser resolvido na continuação. É uma leitura bastante válida por resgatar um gênero a tanto esquecido no mercado que é a ficção cientifica, bem como enrolá-lo, de forma maestral ao romance das literaturas YA muito valorizadas nas prateleiras das livrarias.

    Leitura recomendada assim --> ♡ :D

    att., CJ

    Braunne BR

    ResponderExcluir