postado por Funs Hunter em 14 abril 2014

Resenha | O Clone de Cristo

Autora: J. R. Lankford
Editora: Saída de Emergência 
Páginas: 384
Skoob: Adicione
Compre

Sinopse: O Clone de Cristo é uma história fantástica sobre uma experiência secreta que pode mudar o mundo: a tentativa de clonar Jesus Cristo a partir do Santo Sudário. O Dr. Felix Rossi é o chefe da pesquisa, um conceituado cientista obcecado com duas perguntas: Será que o tecido do Sudário contém mesmo o sangue de Cristo? E o DNA ainda estará intacto? Apesar do caráter sigiloso do experimento, forças obscuras tentam impedi-lo e Rossi não tem tempo a perder: precisa encontrar uma mulher para gerar a criança. Esta trama policial arrepiante nos leva numa viagem inesquecível da alta sociedade nova-iorquina aos bares irlandeses, das igrejas do Harlem à Catedral de Turim. Uma narrativa bem construída sobre laços familiares perdidos, um homem à procura de Deus, uma mulher em busca de um sentido para a própria vida e uma inesperada história de amor. 



Dr. Felix Rossi é o cientista responsável pelas novas pesquisas que irão realizar no Santo Sudário. Por trás dessa investigação ele esconde um segredo obscuro, jamais realizado antes. Usando o DNA presente nos fios do tecido, ele irá clonar Jesus Cristo.


Felix debruçou-se sobre o microscópio. Quando a lâmina foi recolhida, os pedaços de fio vieram junto, transportando centenas de células sanguíneas que, Felix tinha certeza, continham o DNA do Filho de Deus.
Página 32


Em posse do que precisa para a clonagem, Dr. Rossi volta para os Estados Unidos para dar sequência ao que planejou. Mesmo tendo o sangue de mais de dois mil anos de idade, não é certeza que encontrará o que necessita para continuar, tudo o que sonha pode não acontecer.
Frances Rossi se junta ao irmão nessa inexplicável loucura. Mesmo sendo completamente contra o que ele pretende fazer, família sempre apoia a família.
Maggie Johnson é a empregada dos Rossi, responsável por manter o laboratório em ordem quando seu chefe não está trabalhando. Ela, acidentalmente, descobre que está com seus dias no emprego contados e não entende o motivo. Felix precisa de sigilo e não pode ter uma empregada bisbilhotando pela casa.
A clonagem humana é possível? Quais problemas um cientista pode enfrentar ao realizar tal façanha? Será o Dr. Rossi responsável pela segunda vinda de Cristo à Terra?

– Senhorita Rossi, está tudo bem. Tem que acreditar em mim. Agora eu sei o que Maria sentiu. Ser uma simples e pobre mulher, e alguém dizer a ela que daria vida ao Filho de Deus. [...] Ela podia ajudar a enviar a mensagem de que todos somos especiais para Ele.
Página 139

Quando recebi o e-mail de divulgação da Saída de Emergência, criei altas expectativas para este livro, comecei a imaginar como seria a história e o que poderia acontecer com essa clonagem. A autora segue um ritmo lento e com acontecimentos desnecessários em alguns momentos da trama, se preocupou em deixar a ação para o final do livro (o que compensou, um pouco, a leitura).
Não posso dizer que não gostei totalmente da história, mesmo não sendo o que esperava pude aprender um pouco sobre o processo de clonagem e até pesquisei para entender um pouco mais, coisa que não havia me interessado antes.

Além do DNA de Cristo, o cientista precisa de uma barriga de aluguel para seu clone. Será que alguém, sabendo o que ele deseja fazer, concordaria com tal ato? Não será uma tarefa fácil a procura por uma mãe responsável por trazer Cristo de volta a vida, mas a resposta pode estar onde ele menos imagina.

A história apresenta diversos personagens, alguns envolvidos em mistérios e esquemas políticos e outros que, mesmo tendo um possível destaque, não cativam o leitor durante a leitura. Sam Duffy e o Sr. Brown se encaixam na primeira opção. Brown é manipulador e capaz de tudo para conseguir seus objetivos, Sam é seu funcionário, sabe dos esquemas de seu chefe e do que ele é capaz, mas depois de tanto tempo até já se acostumou. Tem um imenso carinho por Maggie e adora irritá-la em alguns momentos.
Os dois possuem um papel importante na história, principalmente Sam, mas Brown foi pouco desenvolvido pela autora neste volume da história. Será que ele terá um destaque maior nos próximos volumes? Pelo poder que ele aparenta ter, foi um personagem fraco.
Jerome Newton se encaixa na segunda opção. Mesmo sendo um jornalista renomado, foi facilmente enganado pelos Rossi. Ele poderia colocar tudo a perder, mas não conseguiu.

Mesmo com algumas passagens que não me agradaram, os acontecimentos finais me fizeram não desgrudar da leitura enquanto não cheguei ao fim do livro. Inacreditável e confirmou as suspeitas que alguns personagens tinham em relação a possível clonagem de Jesus.
O trabalho da editora nessa edição deixa qualquer um com vontade de conhecer a história. A capa é enigmática e passa várias ideias do que está por vir. A revisão deixou passar alguns erros, inclusive a grafia errada no nome de um personagem, a simples troca de uma letra deixou a frase confusa.

Gostei de conhecer o trabalho da autora, espero que ela melhore a história no segundo volume.




Clique na imagem abaixo e leia os primeiros capítulos disponibilizados pela editora.










Sobre o Autor:
Paulo Cezar
Paulo Cezar é Administrador e Cofundador do blog, descobriu o fantástico mundo dos livros quando leu, pela primeira vez, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Além dos livros, também é apaixonado por filmes e séries.


6 comentários:

  1. Como disse no "Li até a página 100 e...": Não sou fã de histórias que envolvem o nome de Jesus Cristo. A verdade é que o único livro que leio contendo o nome dele se chama: Bíblia. Então infelizmente (ou felizmente??!) esse livro não me chamou qualquer atenção.


    Quem sabe o próximo?! kkk
    Beijos Paulo.

    ResponderExcluir
  2. olha, detesto ser repetitiva, mas ainda senti aquele estalo pra ler esse livro. como é uma série e o plot realmente é muito bom e original, vou ler. acredito que a autora vai dar um up a história. a capa é execelente e sou chatinha com capas viu? rsrs adorei mesmo. vou da uma chance ao livro com certeza.

    ResponderExcluir
  3. O clone de Cristo não me chamou a atenção, não leria agora. Mesmo achando a capa interessante e a história diferente e polêmica. Poderia ler se tivesse um aqui e agora, e também levando em consideração sua resenha.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  4. mirelle soares gomes26 de abril de 2014 22:11

    Poooxa! Pela sinopse, parece ser um livro bem à la Dan Brown, do jeito que gosto...
    Agora fanatismo nesses livros que envolvem esse tema de Deus, Igreja e etc, não rola!!!! *--* nao vou ler nao chama minha atenção em nadinha

    ResponderExcluir
  5. Tinha altas expectativas quanto a esta leitura, mas me desanimei um pouco depois de ler algumas resenhas que, assim como você, comentaram que o livro é muito lento, com acontecimentos desnecessários para a estória. O assunto que este livro aborda - a clonagem - é mesmo bem interessante e gostei de saber que a ação deixada para o final faz a leitura valer a pena, então acho que este é um livro com pontos negativos mas também positivos. Vou ver se dou uma chance. :)

    ResponderExcluir
  6. sidnei luis fermino2 de maio de 2014 23:08

    Oi adorei.. muito obrigado, me fez se
    interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor
    Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores
    dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as
    teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre
    Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e
    digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços.
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir