postado por Funs Hunter em 27 junho 2014

Resenha | O Peculiar

Autor: Stefan Bachmann
Editora: Galera Junior
Páginas: 272
Skoob
Compre


Sinopse: Parte romance gótico, parte mistério e aventura steampunk. Após a invasão do mundo pelos seres mágicos, as fadas foram aceitas entre os mortais, mas os mestiços não têm lugar. Os irmãos Barthy e Hettie vivem com medo. Tudo piora quando Peculiares são encontrados, ocos, boiando no Tâmisa. Mas eles estão seguros em Bath, não? Talvez... Se não fosse pela misteriosa dama em veludo ameixa que aparece na vizinhança. Quem é ela? E o que quer?




Não seja notado e não será enforcado.
Página 17

Sem explicação e aparente motivo, todos os humanos de Bath, e em um raio de 25 quilômetros, desapareceram. Ninguém sabia o que estava acontecendo, apenas suspeitas. Confirmadas um tempo depois! O Povo Pequeno, as Pessoas Ocultas, os Sidhe tinham saído de seu mundo.
Demorou, mas os humanos conseguiram vencer os seres mágicos na Guerra Sorridente.

Os irmãos Barthy e Hettie são Peculiares – ou medonhos, como são popularmente conhecidos –, nascidos do relacionamento de um integrante do povo das fadas e um humano. Vivem escondidos em casa, saindo em apenas alguns momentos do dia para não serem identificados e notados.
Arthur Jelliby, membro do Parlamento, vive confortavelmente com sua esposa, não passa por necessidades como os menos privilegiados e está prestes a encarar uma grande aventura. Quando fica sabendo dos assassinatos das crianças medonhas, sua vida mudará completamente em questão de dias.



Então, de repente, uma escuridão irrompeu, uma tempestade de asas negras batendo. As trevas explodiram ao redor deles, subindo até o céu com um guinchar.
Página 25

O autor criou um mundo fantástico onde humanos e seres mágicos tentam conviver em harmonia. Esses seres são divididos em sua própria sociedade; para cada fada, uma função. Esse foi um dos diferenciais do livro, existem fadas para tudo, desde arrumar a casa até as responsáveis pela iluminação dos postes.
Durante a leitura, o autor descreve com precisão os locais e acontecimentos presentes na obra. Por ser o primeiro livro, isso facilitou em conhecer os personagens, lugares e ideias apresentadas.

Enquanto estava lendo, várias dúvidas foram surgindo e foram sanadas com o decorrer do tempo. Mesmo assim, a história só começou a me agradar quando dois personagens se encontram para desvendar os mistérios por trás do Sr. Lickerish, um Sidhe e nobre do Parlamento. Logo quando o conhecemos na história, ele não passa uma boa impressão, mas seus ideais são completamente "destruidores".

O livro foca mais na história dos seres mágicos, na invasão sofrida e como está a vida após isso. Elementos do steampunk estão inseridos, alguns até tem tarefas importantes a desenvolver, mas não são o principal da história. Ainda não li nenhum livro que retrate bem essa temática, vamos ver se me animo, já que gostei do que as máquinas construídas são capazes de fazer.

O Peculiar foi um livro que me conquistou pela capa – sim, sou desses – assim que vi a divulgação da editora. A sinopse é outro atrativo do livro, deixa um suspense que dá vontade de ler só pra saber o que acontece. Mas, como quase tudo tem o seu porém, o livro acabou não me agradando na divisão de capítulos. Stefan Bachmann intercala a história em dois acontecimentos distintos que se encontram mais a frente. Isso dificultou durante as pausas na leitura, já que precisei relembrar o que havia acontecido. Falando na capa, a imagem é toda em relevo e verniz localizado nas penas negras. Sinto falta desses efeitos nos lançamentos atuais, alguns estão com capa tão simples... Ainda bem que a Galera Junior teve um olhar especial nesse quesito. A revisão deixou passar algumas falhas, mas nada que prejudique a leitura.

Por fim, é considerável a melhora que a história teve em suas últimas páginas. A evolução dos personagens foi agradável e na medida certa. O Sr. Jelliby passou de um confortável nobre a um amigo e "guerreiro".
Com os dois acontecimentos se chocando, a sensação de troca de história passou e me animei cada vez mais em concluir o livro. O final é perturbador! Não consigo nem pensar no que esperar do próximo livro. O Peculiar se tornou um livro introdutório que me conquistou com a evolução da história... Sem falar na Hettie!








Sobre o Autor:
Paulo Cezar
Paulo Cezar é Administrador e Cofundador do blog, descobriu o fantástico mundo dos livros quando leu, pela primeira vez, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Além dos livros, também é apaixonado por filmes e séries.


17 comentários:

  1. Também sou comprada pelas capas rsrs. Tio Rick elogiou <3 então acho que vou simplesmente amar, acho que pelo fato de que comecei a embarcar nos steampunks e gostei, espero que não demore a gostar da história rsrs.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  2. olha Paulo, a capa quase infantil me enganou direitinho rs. é uma aventura com um pé no steampunk mesmo e bem distópico. não sei se o leria já que não sou grande fã de distopias, mas acho que vale a pena por ser uma aventura com um enredo intrigante.

    ResponderExcluir
  3. Pois é, Paulo! São poucos os livros que me ganham pela capa, e esse é um desses. Logo que bati o olho nela, me apaixonei. Depois que dei uma lida na sinopse e vi essa mistura que o autor fez entre fantasia, suspense, distopia e steampunk, me convenci de que precisava tê-lo na minha estante o mais rápido possível. A única pena é essa parte da divisão de capítulos. Lembro que o "A Luneta Âmbar" tem esse mesmo estilo.


    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  4. Assim como a Tamiris Leitão, não esperava uma aventura assim. Eu e minha mania de julgar os livros pela capa. Também achei que fosse algo bem infantil, mas até que eu gostei da história. Vou pesquisar mais sobre ele.

    ResponderExcluir
  5. Eu provavelmente não vou ler o livro, pois não é o genero que leio, mas meu filho acho que iria gostar.
    Bom saber que o livro melhora, e livros narrados de forma aleatoria é sempre muito melhor, acho que fica mais rapido sua leitura.
    Assim como você compro muito livro pela capa. e muitas vezes me arrependo rs.
    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre este livro e achei o enredo muito interessante e diferente de outras leituras, por nos apresentar a um mundo onde humanos e criaturas mágicas buscam viver em harmonia. Parece ser uma leitura cheia de aventuras, fiquei com vontade de ler!

    ResponderExcluir
  7. Achei a história diferente e emocionante. Gostei da capa também. Foi o que mais me chamou atenção. Sobre a história... Espero que ela seja mesmo boa, porque já estou ansiosa pra ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. O Peculiar está na minha wishlit há algum tempo, mas não consigo oportunidade para lê-lo. Adoro a história, e fico mais curiosa cada vez que leio algo sobre o livro. A única coisa que não me atrai no livro é a capa, talvez porque me passe a impressão de ser meio infantil. Mas a história me agrada demais, espero que possa ler em breve.

    ResponderExcluir
  9. Paulo!
    Gosto muito de historias de fantasia, onde seres humanos são misturados aos seres fantásticos e quando tem aventura, romance, mistério e uma pitada de steampunk, melhor. Dá uma emoção diferenciada para a leitura.
    Acredito que seja bom demais.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Achei a história diferente e emocionante. Gostei da capa também. Foi o que mais me chamou atenção. Sobre a história... Espero que ela seja mesmo boa, porque já estou ansiosa pra ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  11. O Peculiar está na minha wishlit há algum tempo, mas não consigo oportunidade para lê-lo.

    ResponderExcluir
  12. Acho essa capa uma das mais bonitas que vi recentemente. Porem esse tipo de história de fantasia não me atrai, histórias com seres mágicos e fadas não são pra mim. Apesar de ser encantada com essa capa, não compraria só pela beleza, minha lista de desejados é bem grande, então costumo pesquisar bastante antes de investir meu dinheiro em um livro sem ter certeza se vou gostar da história.

    ResponderExcluir
  13. Gosto muito de história de fantasia, o livro parece ser ótimo, fiquei bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir
  14. Essa capa é simplesmente adorável, e a sinopse, Deus, é encantadora.

    Assim como você me encantei pelo livro assim que o vi nas redes sociais, e até hoje havia lido pouco sobre ele. E em grande parte criticas, justamente pela divisão da história em duas, assim como você citou, sempre li em comentários que há uma certa dificuldade ao retornar a leitura após uma pausa.

    Eu creio que irei adorar esse livro, pois como já disse em outras postagens aqui do blog, sou fascinado pelas criaturas fantásticas, se bem que a versão das fadas atualmente me desanimam, mas se as fadas deste livro forem como você descreveu tenho certeza que irei gostar.

    Isso de fadas meio sangue, me lembrou True Blood, a série. Onde Sookie é meio humana, meio fada, se bem que naquela história não houve muito aprofundamento nessa vertente, por isso, espero que O Peculiar supere os meus anseios, acredito que muito pode se criar com criaturas como as fadas, e espero realmente que este livro seja tão bom quanto você diz ser.

    Julielton Souza

    http://dialeticaproposital.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Letícia Rodrigues21 de agosto de 2014 11:40

    Adorei sua resenha, me cativou muito! Adoro este tipo de livro, e fiquei com muita vontade de ler.

    ResponderExcluir
  16. Sou dessas de se conquistar pela capa também, kk
    Mas essa capa não me chamou muita atenção. Digamos que ela não é o "meu tipo".
    Na verdade, a obra como um todo não me chamou atenção.
    Mas sua resenha me empolgou para dar uma chance. ^^

    Abraços, Mallú Ferreira
    semclichesporfavor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Eu imaginava outra coisa com essa capa, imaginava uma história muito infantil sobre algumas coisas. Mas não imaginava uma aventura dessa maneira. Não sei se gostei ou não da história, mas sei que essa capa é linda. Muito linda.

    ResponderExcluir