postado por Funs Hunter em 01 julho 2014

Resenha | Brilho

Autora: Amy Kathleen Ryan
Editora: Geração Jovem
Páginas: 354
Skoob
Compre

Sinopse: A Terra não existe mais, e em duas naves que procuram um novo mundo no espaço, uma menina de 15 anos precisa casar e engravidar para garantir a sobrevivência da humanidade. Enquanto isso, uma sucessão de acontecimentos eletrizantes torna a jornada pelo espaço algo absolutamente imprevisto. Temas como religião, a escolha da mulher e a ideia de poder e dominação vão aparecendo muito suavemente articulados ao longo da trama, amarrando o leitor com surpresas e reviravoltas estonteantes. São temas universais, postos num livro por uma escritora surpreendente e que promete arrasar a cena literária a partir desta sua fantástica criação. 


A Terra está devastada... As pessoas estão passando fome e o caos está formado!
A solução foi selecionar, através de um teste, pessoas para uma viagem espacial a fim de colonizar a Terra Nova. Duas naves – New Horizon e Empyrean – são lançadas, com a diferença de um ano entre as partidas da Terra. A viagem será longa e muita coisa poderá acontecer pelo caminho.

Durante seis anos, mulheres a bordo da Empyrean tentaram engravidar, sem obter sucesso. Esse foi um período tenso, pois se não pudessem gerar filhos para substituir a tripulação original, então não haveria nenhum sobrevivente para povoar a Terra Nova.
Página 21


Waverly, Kieran e Seth são adolescentes que nasceram no espaço após a descoberta de um meio de fazer as mulheres engravidarem, mais de 200 jovens vivem atualmente na Empyrean, frequentando aulas e ajudando nas tarefas da nave.
Waverly está em sua idade fértil, com apenas 15 anos, recomendada para o casamento e gravidez. A tripulação ainda não esqueceu os tempos difíceis do inicio da viagem e recomenda e cada garota tenha pelo menos 4 filhos. Kieran a pediu em casamento, o que a deixou sem reação de início.
New Horizon foi alcançada pela outra nave, e isso não deveria ter acontecido, e querem marcar uma reunião com o Comandante Jones. Qual o motivo de estranho contato da nave irmã?
A nave Empyrean é atacada e alguns tripulantes são sequestrados!


– Você não vê como as pessoas são? São animais. Todas elas. Cada uma delas.
...
– Nós também somos animais. Podemos nos defender.
Felicity puxou a mão.
– Sua idiota! Não importa com quanta força você lute.
– Importa pra mim - disse Waverly baixinho.
– Vá, então lute!
Waverly levantou-se com os punhos cerrados.
– Vou lutar.
Página 119


Brilho é um livro que você começa a ler e não quer mais parar até chegar ao fim! Ele é dividido em cinco partes, intercalando acontecimentos nas duas naves. Achei que isso iria dificultar um pouco a leitura, mas a autora possui uma narrativa fluida, de fácil compreensão e com personagens cativantes. A história conquista logo nas primeiras páginas.
É difícil imaginar como seria a vida no espaço, que tipo de alimentos estariam disponíveis aos "passageiros" e como eles lidariam com a gravidade. Amy Kathleen Ryan soube passar essas informações de forma precisa e que não me deixaram com dúvidas. Claro que as naves são enormes, mas o trabalho em equipe está presente no dia-a-dia dessas pessoas. Não mais passam fome como acontecia na terra, já que cultivam o próprio alimento, frutos e criam animais.

As coisas mudam com a chegada da New Horizon. A Pastora Anne Mather – comandante da nave – é uma mentirosa capaz de tudo para conseguir o que quer. Confesso que até eu estava propenso a acreditar em suas mentiras. Ponto pra autora, que me fez duvidar até do que já havia lido anteriormente!
Com mão de ferro, as pessoas não a contrariam e gostam dos seus sermões nos serviços religiosos da nave. Responsável pelo que acontece à Empyrean, ela é completamente insana.

Seth é um personagem que surpreende. Nunca imaginaria a autora seguindo a linha que aconteceu. Também apaixonado por Waverly, vê em Kieran um provável inimigo.
Waverly passa por uma enorme mudança durante a história. Apesar da pouca idade, suas ideias serão colocadas a prova no momento em que mais precisam.
Kieran se torna o substituto do comandante e segue um caminho não utilizado na nave antes, cativa os demais jovens e se orgulha de ter colocado ordem em tudo.
O arco principal desse primeiro livro quase se encerra no volume, deixando pouco para ser resolvido na sequência. Mas um acontecimento final coloca tudo em dúvida, até mesmo para Waverly. Será que tudo se resolverá?


A Geração Editorial fez um excelente trabalho com essa edição! Começando pela capa que, além de representar o conteúdo do livro, recebeu um acabamento com partículas brilhantes para representar as estrelas. Cada uma das cinco partes é antecedida por uma página de título com uma frase de efeito.
O espaçamento entre linhas é maior do que utilizados em outros livros do mercado e ajuda bastante na hora da leitura.

Um livro brilhante, uma história completamente viciante e personagens que te fazem questionar o certo e o errado. Brilho é extremamente recomendado ter na estante!








Sobre o Autor:
Paulo Cezar
Paulo Cezar é Administrador e Cofundador do blog, descobriu o fantástico mundo dos livros quando leu, pela primeira vez, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Além dos livros, também é apaixonado por filmes e séries.


21 comentários:

  1. Ana Carolina Ribeiro1 de julho de 2014 17:37

    Olá tenho esse livro aqui , eu pensava que era trilogia mais pelo jeito ão é
    Quando chegou aqui e casa fiquei meia hora babando pela capa , pq ela brilha *_*
    Eu já tenho na minha estante ,mais com a sua resenha me empolguei bastante a ler!
    Amei esse vídeo o próximo vai ser ele!

    ResponderExcluir
  2. Adriane Rodrigues Silva1 de julho de 2014 18:41

    Eu adooooro distopias e não conhecia este livro. Gosto muito de histórias onde a terra aparece destruída e fiquei muito curiosa para conhecer o enredo.


    A escritora parece ser muito boa e se ela te fez acreditar na "pastora", te deixando confuso com a verdade, ela merece ser reconhecida.


    Achei a capa muito linda.


    ;)

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Cara, se eu te falar que não tenho a mínima vontade de lê-lo, você acredita? Não gosto desse gênero mesmo vendo muita gente falando maravilhas deste livro! (A começar pela capa também).
    Sua resenha está muito boaa!
    Beijos,
    Marcela.

    ResponderExcluir
  4. Eu já estou querendo ler essa obra a algum tempo, e a sua resenha só me fez aumentar essa vontade. Nunca li obras sobre humanos procurando outro planeta pra viver?! Sério, é muita imaginação. Mas parece ser muito interessante. Achei legal. Quem sabe um dia?

    ResponderExcluir
  5. RUDYNALVA SOARES2 de julho de 2014 19:09

    Paulo!
    Sou completamente fascinada por ficção futurista e distópica.
    Uma adolescente que tem de engravidar para perpetuar a humanidade é complicado, e ainda tem aventura e suspense, imagino que nem dá para soltar o livro após o início da leitura.
    Muito bom livro e muito boa resenha.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Fiquei apaixonada pela personagem e sua história. A vida dela na nave não deve ser nada fácil. A trama é super envolvente pelo que notei. Seus comentários me deixaram curiosa a respeito do livro. Vou tentar conferir isso tudo. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Esse livro estou querendo ler desde o lançamento. Adorei a trama que criaram nesse livro a historia é simplesmente otima! Consigo imaginar cada cena na cabeça, nao vejo a hora de poder ler.

    ResponderExcluir
  8. ADOREI..a sua resenha..deu para ver que o livro parece ser mt interessante ..naoo vejo a hora de poder ler..

    ResponderExcluir
  9. Tipo uma menina de 15 ano esta ja com responsabilidade e tanto ''salva o humanidade'' sinceramente quando li o nome achei seria livro de uma pessoa querendo rouba brilho dar outra , eu sei que parece estranho mais pensei !

    ResponderExcluir
  10. Preciso deste livro pra ontem, acho tão legal um livro que se passa numa nave..muito futurista isso rs,
    o drama do enredo parece ser bom, mas um livro que se fecha no primeiro me deixa animada pela leitura..detesto livros que acabam sem um final..mesmo sendo uma serie, tem que ter final para o assunto proposto no livro.
    A capa é muito linda, pretendo ler em breve,
    beijos.

    ResponderExcluir
  11. Não tinha visto o BT ainda, bem legal, a postagem ficou bem completa e mais interessante.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. não é um tema que me agrade a distopia, leio pouca coisa assim. não posso deixar de achar que o livro é interessante, mas eu não o leria. os personagens apesar de novos se veem em situações limites, a autora pelo visto fez um livro coeso dentro daquilo que ela propôs, mas pra mim, acredito que não funcionaria. e fui daquelas que me enganei pela capa, qdo vi sem ler a sinopse, jurava que era algum romance daqueles de suspirar rs. pra quem gosta é uma boa pedida =)

    ResponderExcluir
  13. Rafaela Saturnino10 de julho de 2014 16:37

    Além da capa ser maravilhosa, essa premissa diferente da maioria dos livros que chama a minha atenção, por ser em outro planeta, no espaço, longe da Terra. E os personagens parecem ser muito interessantes, fiquei curiosa pra conhecer essa pastora :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olha, tenho um pé atrás com a Editora Geração. Traduções pobres, com erros excessivos - grafias, tempos verbais e etc - e o título não é algo que chame a atenção... achei muito meigo, bonitinho, e passa uma ideia errada sobre o enredo. Agora, lendo sua resenha, alguns pontos me fizeram mudar de ideia. Tenho ele aqui na pilha de não lidos, então vamos ver se me animo XD

    ResponderExcluir
  15. Gostei bastante da capa e do título.
    Não conhecia o livro e gostei bastante do enredo que ele tem.
    Me faz lembrar alguns filmes que já assisti.
    Pretendo lê-lo em breve.

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não li nenhum livor do gênero, mas pretendo ler, Brilho parece ser uma ótimo livro a capa é linda, e creio que a historia irá me encantar. Não li nada no qual a terra tivesse devastada, que não pudêssemos habita-la. Adorei a resenha.
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  17. Terra devastada e sobreviventes vivendo em naves espaciais, não precisa dizer mais nada sobre a história, já é suficiente pra estar no topo da minha lista. Ainda não comprei pq ainda não achei num preço legal. Mas desde que descobri esse livro me encantei pela história e pela capa q é linda. Gostei bastante da resenha positiva. Fiquei com várias dúvidas, pq as meninas tão novas precisam ter tantos filhos? Se são os únicos sobreviventes pq uns atacariam os outros? Preciso ler urgente, pra encontrar as respostas.

    ResponderExcluir
  18. Este livro parece ser bem interessante, fiquei bem curiosa com a resenha.
    Gosto de livro que se passa em outo planeta, mas nunca li um que se passasse em uma nave.

    ResponderExcluir
  19. Amo ficção futurista e distopia, o livro parece ser ótimo, estou doida pra ler, já foi pra minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  20. Caramba a resenha, a sinopse, a capa é tudo sensacional, mas esse book trailer o achei desnecessário, serie que é aquela representação da protagonista de quinze anos?
    Como disse em outra resenha eu adoro esses livros pós apocalíptico, por que sempre mostram a verdade atrás da psique humana. As pessoas mostram do que são capaz e não temem as consequências de suas ações.
    Acredito que esse livro é sim tudo isso que você escreveu e muito mais, a capa já passa esse ideal de grandeza. Eu não conhecia a série, mas já anotei o nome na minha singela lista de futuras aquisições.

    ResponderExcluir
  21. Desde que vi esse livro em um site há uns 4 meses tenho muita vontade de lê-lo, tudo chama a atenção, capa, sinopse hahaha...
    Bem legal mesmo essa coisa de nave, a vida no espaço.. E meio ditatorial também, a garota somente com seus 15 já tem que se casar e engravidar... Ahhh espero ler logo esse livro da Amy <3
    Bjs
    Anny

    ResponderExcluir