postado por Funs Hunter em 30 setembro 2014

Resenha | A Batalha dos Mortos

Autor: Rodrigo de Oliveira
Editora: Faro Editorial
Páginas: 312
Skoob
Compre

Sinopse: Ano 2018. À passagem de um planeta próximo da órbita da Terra, o que era para ser um dia de festa... Pessoas do mundo inteiro prepararam-se para um espetáculo astronômico mas o evento se transforma num pesadelo. Um dia após à maior aproximação do planeta, um imenso calor sobrevêm e 2/3 de todas as pessoas do mundo transformam-se em zumbis. Em São José dos Campos, um grupo cria um centro de refugiados para milhares de pessoas... eles reuniram condições de sobrevivência com água, alimentos e criaram uma grande fortaleza. Agora dedicam-se a encontrar outros focos de resistência e ajudar peregrinos do grande apocalipse. Eles não sabem, mas essa pode ser a maior comunidade de vivos na face da terra. No entanto, próximo a eles, uma outra resistência - perversa e potente -, também cresce. Um grande Comando do Exército é tomado por criminosos do presidio de segurança máxima de Taubaté. Eles resistiram aos zumbis, escravizaram outros humanos e, fortemente armados, se tornam uma ameaça letal à comunidade vizinha. Uma batalha está para acontecer. Um cerco para salvar vidas. E em meio a isso, inúmeras histórias de pessoas vivendo em situações-limite, muito além da sua imaginação. Livro II da série mais original sobre Zumbis desde The Walking Dead!


O mais perturbador era que se tratava de um rosto assustadoramente familiar. Um rosto conhecido, a face outrora bela de uma mulher. Mas, nos olhos brancos e leitosos do ser, Ivan enxergou o Abismo. Não viu nada menos que o Inferno, porque aquela criatura era a personificação do Mal. Um demônio que fora libertado sobre a Terra para esmagar o que havia sobrado da humanidade.
Página 12


A Batalha dos Mortos, lançado em agosto pela Faro Editorial, é o segundo livro da Série As Crônicas dos Mortos, iniciada em O Vale dos Mortos.
Após os acontecimentos devastadores do primeiro livro, Ivan e Estela continuam os trabalhos na "fortaleza" que construíram contra os zumbis. Não há nada que faça passar o sentimento de incapacidade perante a enorme quantidade de baixas que tiveram depois que enfrentaram a ameaça que estava entre os seus iguais.
A comunidade está crescendo cada dia mais com a chegada dos refugiados, mas tudo sofrerá uma grande mudança com a descoberta de um novo local onde mais sobreviventes se reuniram. O líder deles, Emmanuel, não chega aos pés do que Ivan e Estela se tornaram. Todos devem seguir suas regras ou sofrer as consequências...
Vivendo entre eles está Isabel. Chegou pensando que encontraria um refúgio após ser atacada pela pessoa que mais amava após a chegada do planeta Absinto. Descobriu tarde demais que estava completamente enganada!
Isabel reparou que na muralha havia diversas guaritas separadas por espaços de pouco mais de vinte metros. Aquele condomínio residencial se transformara numa fortaleza armada, um último refúgio, capaz de resistir ao ataque por terra e ar.
Página 89
Rodrigo de Oliveira nos surpreende com uma excelente história de zumbis se passando pelo Brasil. O primeiro livro é eletrizante e emocionante. São muitas cenas de ação envolvendo os protagonistas que acabamos não querendo parar de ler. Creio que a tarefa mais difícil fosse manter toda essa aventura em uma sequência. Não há dúvidas que a história evoluiu bastante em A Batalha dos Mortos, o autor manteve sua criatividade em alto nível e nos presenteia com uma das melhores leituras desse ano!
Quando terminei a leitura do livro O Vale dos Mortos, eu simplesmente não acreditei em tudo o que havia acontecido... O final trágico e repleto de dor, mas com uma pontinha de esperança que estava por vir. Não vou negar que achei estranho algumas passagens do livro envolvendo alguns presidiários, mas vejo que tudo foi fundamental para o segundo livro. O que antes não nos foi explicado em detalhes, se transformou em um enredo de tirar o fôlego.



Uma coisa importante desse livro foi que o autor não se manteve apenas nos acontecimentos do Condomínio Colinas, a aventura não foi somente de Ivan, Estela, Reginaldo, Gisele, Silas e os demais refugiados. Duas fascinantes histórias se encontram em determinado momento!
As passagens pelo grupo de presidiários e seus escravos foram narrados de maneira exemplar e totalmente realistas. Foi como ver uma cena passando pela cabeça enquanto lia o que estava acontecendo. A vida de qualquer pessoa nessa São Paulo pós-apocalíptica mudou drasticamente!

Os personagens, tanto os antigos como os inseridos neste volume, são totalmente cativantes e capazes de nos despertar diversos sentimentos durante a leitura. Ivan e Estela são pegos de surpresa com uma ótima notícia — ou não tão ótima assim, depende do ponto de vista de cada um.
Isabel é destemida e impulsiva, o que acaba colocando não só a sua vida em risco, mas a de várias pessoas ao seu redor. Canino é um personagem que despertou minha simpatia, não falei dele antes, mas pertence ao grupo dos presidiários. Não pensem que ele é cruel com o líder, ele apenas o suporta para não entrarem em guerra. Gisele passou por um tremendo perrengue e está profundamente abalada!

O sobrenatural foi novamente inserido na história. De início pensei que estragaria tudo o que havia sido construído, mas novamente me enganei. Já imaginou poder... Mentira! Vou liberar meu lado malvado e não vou contar, mas garanto que vale a pena a leitura para descobrir o que é. =P

As capas da série são um show, ótimo trabalho desenvolvido pela editora. A diagramação também está excelente, seguindo o padrão do primeiro livro. Não tenho o que reclamar da revisão, o livro está perfeito!
Ah! O final... Como é que você apronta uma dessa e nos deixa sem saber o que esperar Rodrigo? Foi surreal, inimaginável por mim, mas acabei por entender o título do próximo livro. Que venha A Senhora dos Mortos!

A Batalha dos Mortos é uma sequência arrasadora e fantástica. Veio para mostrar que o autor não está para brincadeiras!

O inferno, naquele momento, sem dúvida explodia em festa. O Anticristo agora caminhava pela Terra. O profano finalmente havia sido desencadeado.




Quer conhecer um pouco da história antes de arriscar a leitura do primeiro livro? É só baixar o conto Elevador 16 e aproveitar!

Clique na imagem para iniciar o download






Sobre o Autor:
Paulo Cezar
Paulo Cezar é Administrador e Cofundador do blog, descobriu o fantástico mundo dos livros quando leu, pela primeira vez, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Além dos livros, também é apaixonado por filmes e séries.


14 comentários:

  1. COMO VOCÊ ME FAZ UMA RESENHA DESSA PAULO CEZAR?
    Você gosta de me fazer sofrer né? Bem, li o primeiro livro, e foi uma das melhores leituras que eu fiz esse ano COM CERTEZA !
    E não acredito que você chega aqui e diz que o Rodrigo fez um excelente trabalho com A Batalha dos Mortos! Eu simplesmente PRECISO desse livro. Se a história continuou incrível como a primeira, ela simplesmente está de tirar o fôlego. Fico muito feliz que tenham novos personagens cativantes no livro. OMG!
    Preciso. Urgente.

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ler este segundo livro. Amei o primeiro livro do autor. Foi eletrizante conhecer a história desses zumbis. E espero conseguir continuar acompanhando a história. Muitas emoções nesta nova continuação. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com você, as capas estão um show a parte.
    Fiquei bem feliz em saber que esse segundo volume não ficou nada a desejar em relação ao primeiro. Pelo contrário, conseguiu te conquistar mais ainda. Pelo que entendi, personagens morrem. Gosto disso, pois não "romantiza" uma história que de amor, não tem nada. kkkkkk


    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Com certeza as capas já nos fazem querer ler! Chamaram muito minha atenção!!
    O segundo volume parece ter sido muito bom! Isso me fez ficar mais interessada ainda!
    Gosto bastante de livros do gênero e estou ansiosa para garantir o meu!

    ResponderExcluir
  5. Paulo!
    Por sua empolgação na resenha, dá mesmo para ver que o segundo livro parece até melhor que o primeiro, porque além dos Zumbis e de toda a batalha, ainda foii acrescentado o sobrenatural... e fiquei foi curiosa para saber que poder todos é esse...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Oooi.
    Adorei sua resenha,teve conteúdo,demostrou o que eu queria saber sobre o livro,ainda não li nenhum livro que envolva Zumbis,mas apartir daqui tive curiosidade em saber como é a sensação de ler um livro assim,afinal,também á coisas sobrenaturais na história.Super mega curiosa.
    Amei! Entrou na lista dos meus livros desejados,e espero poder lê-lo em breve.
    Também tenho um blog literário www.refensdelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. A capa me lembra Cod, não tem como não amá-la. Já tinha ouvido falar da série,está na minha lista de desejados há algumas semanas, mas com pouco tempo para leitura decidi esperar mais um pouco para comprá-lo. Amei a história. Não sabia do Elevador 16.
    #Baixando

    ResponderExcluir
  8. Tenho uma grande curiosidade de ler esse livro, pois meus colegas leram e falaram muito bem do desfecho da historia (mesmo eu nao tendo lido nenhum livro sobre zumbi ou coisa do genero). Espero poder ler logo, parabens pela resenha.

    ResponderExcluir
  9. Oba parece ser um nacional muito bom! Que legal que algo assim nos representa. Adoro estórias com zumbis. lembrou me bastante twd também, mas claro de um modo diferente sem cópias agressivas, a esperança que o protagonista tem e com você dizendo sobre o fim trágico, no!
    As capas são realmente lindas e o conteúdo deve ser melhor ainda, pelo tanto de elogios que você fez Paulo, amo estórias sobrenaturais e com certeza gostaria dessa.
    Beijos e até mais.
    ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  10. Este não sei se leria me deu medo mesmo.

    ResponderExcluir
  11. Amei essa capa.
    Gostei da resenha, ainda não li, mas ja oivir falar desse livro, espero em breve ler.

    ResponderExcluir
  12. Conheço esse livro das redes sociais, e depois de muita gente elogiar e me indicar essa leitura, acabei me interessando por adquirir o livro, no entanto tenho medo de acabar não me envolvendo com a trama, por aborda um gênero que não tenho costumo de ler.

    ResponderExcluir
  13. Agora definitivamente preciso ler os livros. Gostei muito da resenha e vou procurar na livraria para comprar.
    Maristela G Rezende

    ResponderExcluir
  14. Pesquise algumas coisas sobre esse livro , e eu realmente espero ter a oportunidade de o ler algum dia , parece ser uma historia muito bem contada pelo autor

    ResponderExcluir