postado por Funs Hunter em 31 dezembro 2014

Resenha | Caçada Mortal

Autor: Lawrence Block
Editora: Record
Páginas: 368
Skoob
Compre

Sinopse: A jovem e bela esposa do traficante de drogas Kenan Khoury é sequestrada em plena luz do dia. Os sequestradores pedem o resgate, prontamente pago por Kenan após uma breve negociação. Então ele a recebe de volta... esquartejada no porta-malas de um carro abandonado.
O detetive particular Matt Scudder é contratado para investigar as motivações desse tenebroso rapto e localizar os responsáveis. Apesar de não ter nenhum apreço especial por traficantes, Matt sabe que um homem como Kenan não pode recorrer à polícia. Conforme avança, ele descobre uma tenebrosa semelhança com outros casos ocorridos em Nova York. Assim, a investigação de Matt se torna uma corrida contra o tempo enquanto reúne as poucas informações que consegue para evitar uma nova vítima.



E vamos lá para meu último livro de 2014.
Bom, primeiramente quero ressaltar que foi uma ótima escolha para finalizar o ano. Confesso que, infelizmente, já tinha uma idéia de toda a história por já ter assistido o filme baseado no mesmo. Não gosto de ver filme antes de ler o livro e às vezes nem depois para não me decepcionar, mas, dessa vez fiquei curioso. Que bom que minha curiosidade me levou a lê-lo, pois, apesar do filme não fugir ao livro, tem coisas que só a leitura nos proporciona.


A história toda segue os padrões de livros policiais, porém, acho que é característica do autor, não tem tantas reviravoltas e acontecimentos extraordinários que fazem as coisas darem uma guinada de um capítulo pro outro. É o primeiro livro que leio de Lawrence Block, mas fui dar uma pesquisada e, segundo o que encontrei, esse é mesmo um padrão de suas histórias.
Matthew  Scudder é quem protagoniza a trama toda. Ele um ex-policial e frequentador do A.A (Alcoólicos Anônimos ), acaba por se envolver numa investigação que o leva a caçar alguns bandidos extremamente sádicos. Esses bandidos geralmente agiam de forma extremamente selvagem, sequestravam, abusavam, matavam e esquartejavam suas vítimas. O engraçado disso tudo é que quem foi atrás do serviço do ex-policial foi justamente outro bandido, um traficante que teve sua esposa vítima deles e queria vingança.
Seguindo com os fatos, ao contrário de outros protagonistas, não achei Matt, como é chamado,  o tipo de cara durão, super inteligente e tal, porém, ele tem suas características próprias que fazem dele um bom detetive, gostei muito de sua frieza pra ser sincero.
O senhor não me deve nada – declarei – Não sei quanto vale o meu tempo. Digamos que foi uma troca justa pelo café.
Pág 44
 Depois de inicial recusa ao caso, ele percebe que a forma de agir dos bandidos é muito semelhante a outros crimes já cometidos. Aí é que o interesse aumenta e ele embarca nessa jornada de capturar esses sádicos.
Ao longo da história vão aparecendo alguns personagens interessantes, não muitos, mas alguns bem legais. Cito TJ  como um dos personagens que gostei. Não vou falar muito dele para não encher de spoiler por aqui. Não gosto nenhum pouco disso!
– Isso é perigoso, TJ. O sujeito é um assassino.– Cara, eu devia ficar impressionado? Passo todo dia da minha vida no Deuce. Não dá pra andar naquela rua sem dar de cara com um assassino ou outro.
Pág 287
A caçada toda é bem interessante. A gente acaba se envolvendo bastante em todos os acontecimentos. Sabe aquela tensão que sentimos ao ler algumas passagens? Pois é, ela aparece bastante vezes ao longo da história.

Quero dizer que gostei bastante do livro. Um belo exemplar à minha biblioteca. A capa é bem impactante, gostei dessa sensação meio mórbida que as lápides deram. Realmente foi um ótimo trabalho da editora, isso no geral, da capa a fonte utilizada e tudo mais.
Como eu disse lá em cima, já conhecia um pouco da história por ter assistido ao filme, então, não foi grande minha surpresa ao decorrer da leitura. Acredito que pra quem ainda não viu o filme, será uma leitura muito mais interessante. Os acontecimentos não são daqueles mais imprevisíveis, porém, por mérito do autor, não deixam a leitura se tornar chata e você acaba se prendendo nela de forma a querer chegar ao ápice de tudo.

Boa leitura e um feliz ano novo a todos ... até 2015!






Sobre o Autor:
Evandro
Evandro é Colaborador do blog, fascinado por Animes, tecnologia e games. Apaixonado por leitura e professor nas horas vagas. Nada criativo para terminar essa biografia e apressado para assistir e ler logo após.


0 comentários:

Postar um comentário