postado por Funs Hunter em 10 abril 2015

Resenha | Entre Quatro Poderes

Autores: Grupo (Sic)
Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 248
Skoob
Compre

Sinopse: O prefeito de Suares, uma pequena cidade do estado de São Paulo, passa por um momento crítico. Com a Polícia Federal em sua cola e sua vida pessoal desmoronando, o império construído com sangue e mentiras está prestes a ruir. Churrasco, envolto pelas sombras da vida pública, descobriu da pior forma possível que a caminhada de um político pode ser solitária e que cada decisão tem um preço. Só resta saber o quanto ele está disposto a pagar. No final das contas, todos conhecem a vida do homem público, mas sempre existe a história por trás da história.





Política é um assunto que leva pessoas a extremos. Amizades são desfeitas, discussões ocorrem através das redes sociais, um quer ser melhor que o outro (por causa do candidato que está apoiando)... Isso acaba causando um grande mal estar entre pessoas que podem até nem se conhecer!
Meu medo quando aceitei resenhar "Entre Quatro Poderes" foi a história tratar algo parecido com isso no passar das páginas. Me enganei, mas me enganei completamente... O livro, além de prender a atenção do leitor, possui uma história que flui rapidamente e que surpreende em vários pontos.


O livro conta a história do prefeito Alberto Barão, mais conhecido por Churrasco. Morador da cidade de Suares, a família do futuro prefeito enfrentava grandes dificuldades, inclusive a fome. Sua vida começa a mudar quando um vereador, Zé Ribeiro, e pai da jovem Estela, o acolheu e lhe deu um emprego.
Cláudio, irmão de Churrasco, com inveja do que ele estava conquistando, conseguiu a única coisa que ele não possuía, Estela.
Churrasco fecha a Bíblia e fica em silêncio. Lentamente, pega a arma e aponta para a porta.
Página 12
Com o passar do tempo, Zé Ribeiro se torna candidato a prefeito e Churrasco concorre ao cargo de vereador. O que eles não contavam era que o outro candidato a ocupar o cargo de prefeito de Suares não aceitaria uma possível derrota. Antonio Pimenta é capaz de tudo para alcançar seus objetivos e controlar a cidade.
Como esperado, Pimenta assume a prefeitura e Churrasco é eleito vereador, mas o clima entre eles não fica o dos melhores devido ao terrível acontecimento que levou a vitória do adversário de Zé Ribeiro.



O livro já surpreende por revelar o desfecho de Churrasco logo no primeiro capítulo, isso desperta a curiosidade do leitor em descobrir o que aconteceu para que ele tomasse uma atitude tão drástica e o que acontecerá em seguida.Uma pena a segunda dúvida permanecer sem resposta. Mas nossa imaginação está aí pra isso!
O Grupo (Sic) - Anderson Fernandes, Débora Kaoru, Khadidja Campos e Rodrigo Dias - escreveram uma história realista e até mesmo inspirada em fatos que aconteceram recentemente. Não se enganem pensando que o livro, por tratar de política, vai ser cansativo e cheio de termos e acontecimentos difíceis de compreender.
A história de Churrasco, de jovem humilde, trabalhador e que luta por seus direitos passa por uma triste transformação que qualquer pessoa não gostaria de ver na pessoa que escolheu para lhe representar como prefeito, vereador ou algum outro cargo politico.

Corrupção é o assunto central da história, o livro parece exagerar em alguns aspectos, mas passa muito bem a mensagem do que estamos vivendo atualmente. O desvio de verbas para beneficio próprio  não beneficia apenas os cargos de confiança de Pimenta... Vai muito além! Propinas são pagas até mesmo a pessoas que deveriam nos proteger.

Para entendermos o que levou aos acontecimentos atuais na história, os autores a narram envolvendo acontecimentos passados e atuais, coisa que não me agrada muito nos livros, mas que não interferiu muito em minha leitura. A história de Cláudio e Churrasco está aí para abrir nossos olhos para que saibamos cobrar nossos direitos.
Lembram da Estela, a filha do Zé Ribeiro? Ela sofre muito na história, mas dá a volta por cima e acabou me surpreendendo completamente. Ela deixou de ser a garota ingenua e influenciável pelo marido e mostra que todos devemos provar o nosso verdadeiro valor, demostrar de verdade do que realmente somos capazes.
Os acontecimentos finais surpreendem, mesmo sabendo o que Churrasco irá fazer. O destino dos outros personagens mostra o quanto a justiça é falha.

Quanto a capa, não há muito o que dizer, transmite perfeitamente a mensagem da história. Há algo de podre na politica da nossa realidade da história de ficção criada pelos autores. Diagramação simples, com um bom espaçamento entre linhas e com a numeração diferente do que estamos acostumados a ver (não foi colocado abaixo do texto e sim do lado). O que me preocupou foi alguns erros que a revisão deixou passar, falta de palavras e palavras sobrando em frases podem não prejudicar a leitura, mas é difícil para um leitor não percebê-las.

Entre Quatro Poderes pode até ser uma história de ficção, mas nos passa uma mensagem preocupante sobre o que pode ou não estar acontecendo na política do Brasil.



***************************


O livro foi cedido em parceria com os autores e, como podem perceber pela foto acima, logo teremos promoção de alguns exemplares.





Sobre o Autor:
Paulo Cezar
Paulo Cezar é Administrador e Cofundador do blog, descobriu o fantástico mundo dos livros quando leu, pela primeira vez, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Além dos livros, também é apaixonado por filmes e séries.


7 comentários:

  1. Anderson Fernandes10 de abril de 2015 21:33

    Os autores de Entre Quatro Poderes têm proposto para algumas pessoas a leitura da obra. Em 90% das vezes a mesma é rejeita, por ter um fundo político. Porém, aos que aceitam o desafio, temos notado surpresa e até admiração. Isto porque tratamos o tema de uma forma totalmente diferente.

    Vemos muitas pessoas comentando que não gostam de política, que evitam o tema. Porém, gostando ou não, é a política que move nossas vidas. Tudo está relacionado a ela ou não! Porém, a escolha por melhorias está em nossas mãos, ou melhor, no nosso voto. E certamente as pessoas poderão escolher melhor seus representantes nas diferentes esferas do poder sem saberem o que realmente acontece nestes locais.

    Desta maneira, o livro Entre Quatro Poderes discute o relacionamento entre as pessoas que comandam a política brasileira, reunindo histórias fictícias similares a casos vivenciados pelos autores.

    Entre Quatro Poderes é um romance cujo protagonista é Churrasco, o prefeito da cidade de Suares, que ao perceber que a Polícia Federal está na cidade para prendê-lo, começa a repensar suas ações no comando do Executivo.

    A publicação traz ao público o que acontece nos bastidores da política e quase nunca é divulgado. O romance se passa na cidade fictícia de Suares, porém, representa a realidade política enfrentada em muitos municípios em todo País. Certamente será uma obra literária que aguçará as discussões sobre o verdadeiro papel do político frente as demandas do povo.

    A iniciativa de escrever o livro germinou de repetidas discussões sobre política, quase que diária, depois do expediente de trabalho. Diante das muitas interrogações surgidas das conversas entre os quatro jornalistas, surgiu a ideia de se pesquisar sobre o assunto e colocar tudo no papel. Decidimos pela ficção e criamos personagens para situações que já foram diversas vezes estampadas em capas de jornais.

    Na verdade, o que os quatro pretendem com o leitor é que ele, na sua leitura, entenda como é o processo político, principalmente no caso dos escândalos e da corrupção. Como isso acontece, e como, muitas vezes, mesmo inocentes, e bem intencionados, alguns políticos são envolvidos. A história se desenvolve de forma que o próprio leitor terá a sua interpretação, quanto à inocência ou a culpa de um ou outro político.

    Claro que tem culpados na nossa ficção, e inocentes, e que tudo, se bem entendido na leitura que faz o leitor, tem um porquê, e esse julgamento será feito conforme o entendimento dessa leitura.

    www.entrequatropoderes.com.br

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Confesso que livros de política são os últimos que me interessaria em ler , Sinceramente, to na duvida se vou ler ou não, porque faz muito meu tipo, sou mais da área de romance.

    ResponderExcluir
  3. Paulo!
    O livro é uma ficção, porém bem poderia ser real, porque retrata tudo que nosso país está passando, principalmente pelas prefeituras de todos os estados.
    Como gosto de política, gostaria de apreciar a leitura do livro, achei muito interessante e corajoso, em escrachar a corrupção nos bastidores da política.

    Boa Semana!

    “Ser feliz sem motivo
    é a mais autêntica forma de felicidade.” (Carlos Drummond de Andrade)

    Cheirinhos

    Rudy

    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu não vou mentir, não tenho vontade de ler essa obra. Motivo? Política. Não gosto de ler obras que abordem esse tema. Não porque eu "fecho os olhos" para os problemas do país, porque não o faço. Porém acredito que a leitura que gosto de fazer é para fugir da realidade, para fechar os olhos um pouco e abrir a mente para um mundo diferente, que talvez existe os mesmos problemas, mas que lá eles buscam uma solução. E no livro, este problema "acaba" quando terminamos a ultima página e passamos pro próximo, o que não acontece na vida real. De qualquer forma, não me interesso muito. sorry.

    ResponderExcluir
  5. Mesmo não gostando de política, assim que bati os olhos nesse livros, me interessei. Achei a trama bem interessante e, infelizmente, mostra o quão podre é essa área, e o pior, mostra que todos tem um preço. Isso nos faz refletir muito em relação a nossa sociedade como um todo. Enfim, quero ler muito em breve.


    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Concordo com geral, política não é um dos assuntos favoritos para se ler. Mas acredito que é necessário já que somos cidadãos que devemos conhecer nossos direitos e deveres. A capa é bem legal, retrata bem o que o livro passa. A história é fictícia mas é um reflexo do que vivemos. Quero ler, para entender um pouco mais, se revoltar e tentar melhorar essa sociedade.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  7. Apesar de ser um tema sempre presente na sociedade, eu diria, desde que o mundo é mundo, não lembro de um livro que trate o tema da corrupção. Esse é um lado podre da sociedade que muitas vezes fechamos os olhos e achamos que acontece só lá em brasília, mas infelizmente está presente em todas as relações. Acho que esse é um livro bem reflexivo e com uma história intrigante. Gostaria que o livro trouxesse o que aconteceu com churrasco, fiquei curiosa.

    ResponderExcluir