postado por Funs Hunter em 25 junho 2015

Resenha | A Rainha Exilada

Série Os Sete Reinos - Livro 2
Autora: Cinda Williams Chima
Editora: Suma de Letras
Páginas: 456
Skoob
Compre

Sinopse: Em A Rainha Exilada, segundo volume da série Os Sete Reinos, a princesa-herdeira de Fells, Raisa ana’Marianna, foge de seu reino para escapar de um casamento indesejado. Ela acredita que só a Academia Wien pode oferecer o que precisa para ser uma boa rainha para Fells, por isso decide se passar por uma estudante comum na escola militar.
Quando os caminhos de Han e Raisa se cruzam novamente, é difícil resistir à conexão imediata que sentem. Embora não possam revelar sua verdadeira identidade, os dois estão destinados a mudar tanto a vida um do outro quanto o futuro de todo o Reino de Fells.




Primeiramente, irei logo citar o que não gostei no livro. A única coisa me desagradou foi a sinopse do mesmo, pois, ao meu ver, quando citado o ocorrido com família de Han, acabou por caracterizar um spoiler desnecessário. Tal fato é parte importante do primeiro livro e poderia ter sido substituído por uma informação menos explícita. No mais, atendeu as expectativas criadas após leitura do primeiro volume.

Agora ele e o amigo Dançarino estavam à caminho da Academia de Mystwerk, a academia de feiticeiros, em Vau de Oden, e ingressariam no treinamento como feiticeiros, patrocinados pelo clã.
Página 22


Continuamos a acompanhar os acontecimentos envolvendo os personagens Han e Raisa. Ambos buscando aperfeiçoar seus conhecimentos e habilidades para os futuros eventos que estão por vir. Tudo indica que algumas batalhas entre os sete reinos estão prestes a iniciar, além da grande tensão entre os povos do clã e os magos.

Han e Raisa, esta última, estudando numa escola para soldados e utilizando um codinome, acabam por se envolverem. Sem saber que estão diretamente ligados por um passado longínquo e que afetará tudo que por mais de mil anos vem sendo acreditado e tido como acontecimento real no Reino de Fells. Segredo que conhecemos no primeiro livro.

Eu não fugi para me juntar ao exército, senhor – falou Raisa. – estou aqui atrás de uma educação que me prepare para desempenhar minhas obrigações com minha família e Fells.
Página 136

Nesse volume, a saga ganha uma nova direção. Han, agora já sabendo de sua descendência ligada ao Rei Demônio e conhecendo a verdadeira história do mesmo, vai desenvolvendo cada vez mais seus poderes de mago. Nesse cenário, outros personagens vão surgindo e tornando a história mais empolgante. Cito como um deles, o Corvo, mago que ajuda Han a desenvolver seus poderes, porém é muito misterioso e só se manifesta num plano astral onde nem todos magos conseguem ir. Alguns com não tão notória participação, porém que contribuem para atrair interesse e carisma, ou ódio, do leitor.
Se faltou um pouco de emoção e aventura no primeiro livro, esse veio para compensar. Já adianto que no terceiro volume provavelmente as coisas se tornarão ainda mais empolgantes, dada a forma que este se encerra.

Sua primeira tarefa era chegar ao Campo Pinhos Maria sem morrer......Han assentiu, perguntando-se se algum dia voltaria a Vau de Oden.
Página 453

Só posso dizer que estou empolgado para leitura do próximo volume, o qual já iniciei e aparentemente poderá me agradar muito. Quanto ao segundo volume, confesso que gostei bastante. Os acontecimentos são bem interessantes e alguns segredos que aos poucos vamos desvendando, tornaram a leitura mais prazerosa.
Quanto estrutura do livro, achei a capa não muito bonita, porém, assim como a do primeiro volume, após a leitura, não posso dizer que tenha sido péssima a escolha da mesma. As letras e parágrafos seguem o mesmo padrão do volume um e atendem ao meu gosto quanto a isso. Letras bem visíveis e parágrafos sem extensão absurdas que com pouco tempo que temos para ler, nos obrigam a ficar parando pela metade.

Espero que, como eu, gostem do livro e acompanhem a saga até o fim. 

Abraços e boa leitura a todos.



Cortesia da editora






Sobre o Autor:
Evandro
Evandro é Colaborador do blog, fascinado por Animes, tecnologia e games. Apaixonado por leitura e professor nas horas vagas. Nada criativo para terminar essa biografia e apressado para assistir e ler logo após.


8 comentários:

  1. gostei de conhecer o livro, só que nao sabia que o trono lobo gris era a sequencia desse, atualmente eu to fugindo de livros com sequencias, prefiro uma leitura independente.

    ResponderExcluir
  2. Evandro!
    Acho que é por essas e outras que deixei de ler sinopses... tem umas que não tem nada haver e outras que contam o livro todo.
    Fato é que gosto do estilo do livro e até arriscaria a leitura, mas não para agora, porque estou com muitos para ler...

    Bom domingo!

    “Amizade só faz
    sentido se traz o céu para mais perto da gente, e se inaugura aqui mesmo o seu
    começo.”(Chico Xavier)

    cheirinhos

    Rudy

    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    Participe no nosso Top
    Comentarista!

    ResponderExcluir
  3. Evandro, gostei da tua resenha, mas nem ela e nem a sinopse do livro conseguiram despertar meu interesse em lê-lo. Não curto livros do gênero sobrenatural. Mas para fãs do gênero, parece ser uma ótima opção.

    ResponderExcluir
  4. Não li o primeiro livro dessa série, curto muito esse gênero, essa resenha me deixou bastante interessada em conferi essa série, eu tento não ler as sinopses dos livros, porem não resisto e acabo lendo e várias acabam sendo ou propaganda enganosa ou estraga a surpresa da história.

    ResponderExcluir
  5. Verdade, vou fugir das sinopses de agora em diante também! rsrsr
    Abraço! obrigado pelo comentário

    ResponderExcluir
  6. Te entendo. RSRS Obrigado por comentar. Quem sabe um dia você venha a ler.
    Abraço

    ResponderExcluir
  7. RSRSRS
    Quando tiver um tempinho de uma chance para ele, Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Entendo, sequencias as vezes judiam de nós. É tenso ficar esperando o próximo!
    Abraço!

    ResponderExcluir