postado por Funs Hunter em 21 julho 2015

Resenha | Predestinadas

As Crônicas das Irmãs Bruxas #3
Autora: Jessica Spotswood
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Skoob
Compre

Sinopse: Cate Cahill acabou de ser apagada da memória de Finn, o grande amor de sua vida. A responsável por essa traição foi Maura, uma de suas irmãs, e Cate está certa de que nunca vai conseguir perdoá-la. 
Enquanto isso, Tess, a caçula, está às voltas com visões cada vez mais assustadoras. Como se não bastasse, a Nova Inglaterra vem sendo tomada por uma febre mortal sem precedentes. Preocupada, Cate quer ajudar a todos, mas é impossível fazer isso sem revelar seus poderes e, assim, aumentar a fúria dos Irmãos da Fraternidade, os implacáveis caçadores de bruxas.
Em meio a desavenças com suas aliadas em potencial, Cate terá que se desdobrar para conseguir prestar o auxílio que deseja, proteger Tess e Finn e lutar por uma nova ordem que permita que as bruxas sejam representadas no governo de sua cidade e não precisem mais se esconder.
Predestinadas é o desfecho de uma saga permeada de delicadeza, cores, magia e fortes emoções. As irmãs Cahill terão que enfrentar os maiores desafios de sua vida, e o amor que sentem uma pela outra será fundamental nessa jornada.

Minha irmã está parada à calçada, fitando Finn com os olhos semicerrados.
O meu Finn.
Ela não faria isso.
Não minha própria irmã.
Página 07


Trilogia As Crônicas das Irmãs Bruxas

Cate, Maura e Tess Cahill não são três garotas qualquer. Além de serem irmãs, elas são bruxas! Uma antiga profecia previu a chegada das três irmãs, sendo uma delas o oráculo que as guiaria. Ao mesmo tempo, a profecia também diz que uma delas irá morrer.

Apagada da memória de Finn por sua irmã Maura, Cate não sabe mais o que fazer e acaba, para magoá-la, contando o segredo que Tess lhe confiou.
A partir deste momento, Maura faz de tudo para provocar a irmã, mesmo percebendo que isso a machuca muito. Cate não gosta das brigas entre as duas.
Irmã Cora faleceu e Inez dará as ordens na Irmandade até que a Oráculo complete a maioridade. Como ela é contra a Fraternidade e o que os Irmãos impõe, terríveis decisões serão tomadas por ela. Está nas mãos de Cate a as demais bruxas que a apoiam colocam um fim em tudo o que está acontecendo. Mas qual será o preço que elas irão pagar?

– Não ligo se vocês dançam com o diabo todas as noites – diz outra desconhecida, uma garota mais velha com o cabelo de um ruivo intenso e a pele coberta de sardas. – No que me diz respeito, vocês são anjos, pois nos salvaram daquele inferno.
Página 14




A trilogia da Jessica Spotswood, publicada no Brasil pela Editora Arqueiro, acabou me surpreendendo de uma forma que eu sempre desejei o próximo livro. Além de todo o suspense e inquietação que o livro proporciona, a autora ainda faz com que o final seja inquietante, mas no sentido de te fazer ficar imaginando o que irá acontecer.
Achei esse o melhor livro, não desprezando o acontecimento final de Amaldiçoadas, pois muita coisa acontece nele e muitas respostas são apresentadas. Fica claro que as bruxas nunca estarão seguras nas mãos de Inez, ela é inescrupulosa e capaz de tudo para conquistar o que deseja, as bruxas terão muito a temer caso ela consiga o que deseja. Não pelo fato de querer mandar em tudo, mas sim pelo que as pessoas poderão pensar e tentar contra elas.

Maura já foi completamente irritante no segundo livro e voltou pior para a conclusão da trilogia. Irresponsável e completamente manipulável, ela não consegue enxergar o que está debaixo do seu próprio nariz. Inez a usa da forma que lhe convém e a sonsa, desculpa aí, faz tudo como se fosse o seu capacho. 
Tess continua tendo visões, e uma delas ela resolve não compartilhar com Cate. O que faz a garota se perguntar o que pode estar acontecendo. Continua não gostando da desavença que se formou entre as duas irmãs. Algo a assusta! Visões... ou realidade?
Cate terá que ser mais forte do que ela imagina, aguentar Inez é uma coisa, já aturar as ideias e atitudes da sua própria irmã é algo completamente diferente. Por ser a mais velha, e por ter uma promessa a alguém muito importante a cumprir, esse desentendimento é arrasador.

A maldade das sessenta mulheres que recapturamos não tem limites; não podemos permitir que elas infestem nossa sociedade, que aterrorizem nossa nação, que ameacem nossa segurança, durante nem mais um dia. Alguns dos nossos soldados estão do outro lado da rua, começando a erguer a forca. Amanhã, ao meio-dia, os enforcamentos vão começar.
Página 68

Os Irmãos iniciam uma caça implacável contra as bruxas, tudo devido a inescrupulosa da Inez, mas mesmo com toda a autoridade que eles possuem, os membros começam a se dividir e a questionar a própria instituição.

Predestinadas mostra o verdadeiro poder das bruxas. A missão de resgate não se compara ao que elas enfrentarão e terão de fazer para sobreviver. Chegar ao limite da magia é apenas o começo!

As Crônicas das Irmãs Bruxas é uma trilogia daquelas que você alimenta a esperança de ainda surgirem novos livros, mesmo sabendo que a história já acabou. A escrita da Jessica cativa o leitor, a história flui tranquilamente e quando menos se espera, já está acabando. Confesso que enrolei um pouco para ler Predestinadas, ainda não estava pronto para me despedir das irmãs Cahill.
Toda a emoção que eu esperava estava presente no livro. Cada angústia dos personagens, cada sentimento explorado pela autora de uma forma tão natural que eu não poderia ter desejado um final melhor.
Não vou começar a falar do final aqui pra não soltar spoiler, mas... Emocionante! Não pelo final em si, como a autora deu o ponto final na história, mas pelo que acontece com as irmãs e demais bruxas.

Com essas belíssimas capas, um trabalho excelente na edição pela Arqueiro, minha estante ganhou mais uma excelente trilogia!








Sobre o Autor:
Paulo Cezar
Paulo Cezar é Administrador e Cofundador do blog, descobriu o fantástico mundo dos livros quando leu, pela primeira vez, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Além dos livros, também é apaixonado por filmes e séries.


6 comentários:

  1. Não li a resenha na íntegra por medo de pegar algum spoiler ou algum detalhe sobre os livros anteriores, já que pretendo lê-los. Gostei desse clima de suspense com magia e tenho quase certeza de que vou gostar muito da leitura!

    ResponderExcluir
  2. Paulo!
    Realmente as capas são maravilhosas!
    E quero ler a série porque adoro a temática Bruxas.
    Nossa!
    Com uma irmã como essa Maura, ninguém precisa de inimigos, hein? Oh! Mulherzinha...

    “O amor é grande e cabe nesta janela sobre o
    mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe
    no breve espaço de beijar.”(Carlos Drummond de Andrade)

    cheirinhos

    Rudy

    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    Participe no nosso Top
    Comentarista!

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei essa capa, eu já tinha visto as cronicas das irmãs bruxas, mas eu só sabia dos dois primeiros livro, eu não sabia o terceiro já havia sido lançado muito obrigado pela otima resenha e ele já entrou ara os meus desejdos

    ResponderExcluir
  4. conheço a serie mas nao li ainda nenhum livro, fiquei interessada em ler pois o tema me interessa muito, já as capas sao bem bonitas.

    ResponderExcluir
  5. Tenho os dois primeiros livros dessa trilogia, porem ainda não li, estou esperando ter esse terceiro em mãos para começar, curto muito uma história sobre Bruxas e essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa trilogia.

    ResponderExcluir
  6. Eu sou completamente apaixonada pelas capas dessa série, é realmente uma pena que o enredo não tenha causado o mesmo efeito. Não gostei muito da premissa da história de Enfeitiçadas, a editora fez tanta divulgação na época, que eu jurava que ia gostar, mas depois de ler várias resenhas, só concluo que não é uma história que funcionaria pra mim.

    ResponderExcluir