postado por Matheus em 21 agosto 2015

Resenha | Como Treinar o seu Dragão


     


Como Treinar o seu Dragão se tornou uma febre entre as crianças, e também entre os mais grandinhos, porque não? O primeiro livro da série foi publicado em 2003 na Grã-Bretanha, e depois disso vieram ainda onze continuações. Um filme baseado no livro foi lançado em 2009, obtendo uma grandiosa renda de bilheteria de 494 milhões de dólares, o que engrandeceu o alcance da série literária. A continuação do filme foi lançada no ano passado (2014), continuando com o mesmo sucesso. Agora não tem como negar, Soluço e Banguela já fazem parte do imaginário das crianças; e tudo começou aqui, com este livro agradabilíssimo.

Na ilha de Berk, quando os vikings ainda viviam na terra na companhia de dragões, Soluço Spantosicus Strondus Terceiro se sente um nada, um INÚTIL. Sendo filho de Stoico, o chefe da Tribo dos Hooligans Cabeludos, todos esperam que ele seja o futuro herói viking da tribo, mas suas feições não condizem com isso. Ele é um menino pré-adolescente completamente normal: magro, de sardas e sem nenhuma habilidade com lutas ou algo do tipo. Isso o leva a ser zoado por todos os outros meninos; exceto por Perna-de-peixe, um menino com estrabismo que quase o deixava cego, que participa junto com ele do teste para descobrir se eles têm a coragem para permanecer na tribo como vikings de verdade.
A primeira tarefa desses garotos é subir ao Rochedo do Dragão Selvagem e então capturar um dragão bebê para cada um deles, a fim de treina-los para a apresentação na Comemoração do Dia de Thor. Depois de muita confusão, Soluço consegue sair do rochedo com vida, e com um dragão! Porém, seu dragão é minúsculo, mas minúsculo mesmo, de um tamanho jamais visto, o que aumenta o deboche de todos contra ele. Mas ele persiste em treinar seu dragão pequenino e sem dentes chamado Banguela, se preparando então para o tão temido Dia de Thor. Porém, a apresentação de seu dragão desobediente será o menor dos problemas frente ao grande perigo que espera à todos, um monstruoso Dragonusmarinhus Gigantescus Maximus.


Escrever um livro pra crianças pode parecer fácil, mas na verdade é algo difícil. É necessário criar uma boa história, criativa e repleta de aventuras, mas escrita de forma que prenda a atenção de uma criança que pode buscar diversão em inúmeras outras coisas. Cressida Cowell se sai muito bem neste aspecto, entregando ao leitor tudo isso e ainda mais.
Dragões são criaturas que sempre estiveram no imaginário infantil, mas Cressida deu uma nova roupagem às criaturas ao mostrá-las como animais dóceis, mas perigosos, capazes de viver em harmonia junto com humanos. Humanos vikings, diga-se de passagem. Isto é um dos fatores que tornam Como Treinar o seu Dragão tão criativo; igualmente, o desenrolar da história em si é também extremamente criativo. Obviamente, há os clichês do gênero - superação, finais felizes, entre outros - mas ele é criativo por utilizar desses clichês para desenvolver situações divertidas e inimagináveis.
E diversão é o que não falta ao livro. Independente da idade, lê-lo é algo extremamente prazeroso, o que se deve a diversos motivos. O primeiro deles é que Cowell possui uma escrita rápida e direta, capaz de cativar o leitor e mantê-lo preso a história, sem cansá-lo em nenhum momento. Outro motivo é a grande presença das ilustrações; elas estão espalhadas por diversas páginas, tornando a leitura bem mais fluída, principalmente para as crianças.
As ilustrações são um destaque a parte. Os rabiscos que deram certo de Cressida Cowell são lindos e possuem uma beleza única. Isto porque elas não são o tipo de ilustrações feitas com precisão e traços certos, ela é composta por linhas disformes, as vezes rústicas, mas que quando vistas atentamente mostram sua singela beleza. E nada mais justo do que uma história sobre vikings ter ilustrações com traços ríspidos e fortes.

Embarcando na fama do filme Como Treinar o seu Dragão 2, a Intrínseca optou por relançar o primeiro livro da série com uma capa baseada no filme. De certa forma, isso deu muito certo; a imagem da capa e a nova fonte do título ficaram muito bons, mas de certa forma a capa está errada, já que a história se passa quando Soluço é um pré-adolescente, e não um adolescente preparado pra lutar como é mostrado no segundo filme da série. O interior do livro é um prato cheio para as crianças, já que basta uma rápida folheada para observar os belos desenhos que abriga. Um problema é o alinhamento do texto à esquerda; talvez isto seja para que as crianças tenham uma leitura mais fácil, mas sinceramente não vi sentido nisso.

De toda forma, Como Treinar o seu Dragão não deixa de ser um livro delicioso de se ler e incrivelmente bem escrito e ilustrado. A aventura de Soluço junto com seu dragão Banguela acaba, mas já deixa o leitor querendo mais, não importando se ele é uma criança, um adolescente ou um adulto.
É mais fácil ser corajoso quando você não tem alternativas.
Pág. 153  

Avaliação:










Sobre o Autor:
Matheus
Matheus é Colaborador do blog, cinéfilo de carteirinha, leitor compulsivo e aficionado por música. Quando não está lendo, pode-se vê-lo re-assistindo Kill Bill ou então ouvindo música com os seus fones inseparáveis.


25 comentários:

  1. Amei o filme, curto muito história com dragão e essa resenha me deixou ainda mais interessada em ler o livro.

    ResponderExcluir
  2. Você odeia até os filmes? O primeiro é fantástico! Um dos melhores da Dream Works.

    ResponderExcluir
  3. Acho que boa parte do público brasileiro conheceu o livro por conta do filmes, que também são incríveis!

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    Sou doida para ler Como Treinar O Seu Dragão. Fiquei conhecendo o livro através do filme. O qual achei uma graça. Já ouvi muitos comentários positivos e imagino que esse livro tenha uma leitura leve, bem escrito. Espero poder lê-lo logo. Com certeza esse livro chama a atenção de muitos, não importando a idade.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Apesar de ser um livro voltado para crianças, acho que essa leitura é muito divertida. Não tem como não se apaixonar pela historia de Soluço e Banguela
    Que bom que esse livro tem ilustrações, dever ser muito bonito as imagens dos dragões.

    ResponderExcluir
  6. Thaís Dória de Góes26 de agosto de 2015 14:36

    Eu amo esse desenho, eu assistir os filmes que lançaram e ainda os desenhos da Netflix.
    Ainda não li nenhum livro da serie, mas quero muito lê-los.
    Eu amo o Banguela!!! *.*

    ResponderExcluir
  7. Como Treinar o Seu Dragão é uma série de livros e filmes que simplesmente odeio. Ainda não achei um motivo para ter tanta raiva em relação à ambas séries - tanto televisiva quanto literária -, toda vez que os vejo em uma bancada da livraria passo direto, sem direito à cheirar as páginas. Seria um trauma de infância? Haha.

    ResponderExcluir
  8. Oi! Já assistir tantas vezes o filme desse livro e sempre o achei bonito, a amizade entre banguela e Soluço é muito bonita. Escrever para crianças é realmente um desafio, mas acho que o autor desse livro possa ter conquistado a criançada. Quero muito ler porque adoro uma aventura.

    ResponderExcluir
  9. Sim. Não consigo assistir os filmes da série de jeito nenhum. :/

    ResponderExcluir
  10. Adoro animações, porém essa eu não vi. Quero muito ver e também depois da sua resenha quero ler, caramba estou meio atrasada já tem onze continuações?! Tirando os clichês que todas as animações tem, parece ser um bom livro. Bem que poderia por uma fotinho das ilustrações dos rabiscos, mas depois vejo quando tiver a oportunidade de lê-lo. Bela resenha, Beijo

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Faz tempo que li alguns livros dessa série, infelizmente não todos porque não tinha na biblioteca do meu colégio rs
    A história é mesmo divertida, independentemente da idade do leitor e os desenhos chamam atenção, principalmente das crianças. Gostei dessa capa nova, mas prefiro a antiga...
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Thiago Roza Ferreira26 de agosto de 2015 14:38

    Eu acho o desenho bem legal, mas acho que não leria o livro. Prefiro só assistir mesmo.
    Mas minha namorada é apaixonada pelos personagens, acredito que ela amaria ler esse livro, indicarei a ela.

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Assistir o filme simplesmente adorei a historia e a linda amizade entre o Banguela e Soluço e sempre quis ler os livros fiquei sabendo que tem algumas coisas diferentes do filme o que me deixou mais curiosa ainda !!

    ResponderExcluir
  14. Matheus!
    Livros ilustrados são fascinantes, ainda mais com dragões, adoro!
    Já assisti o filme, porém gostaria de ler o livro, sempre é diferente, né?
    Adorei!

    Desejo uma ótima
    semana, cheia de luz e paz!

    “A alegria evita mil
    males e prolonga a vida.”(William Shakespeare)

    cheirinhos

    Rudy

    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  15. Eu não sabia que tinha os livros desse filme.
    Adoro o filme, acho muito divertido essa historia. E o banguela é muito fofo. hehehe
    Eu não sei se leria o livro, acho que essas historias eu prefiro ver em desenho mesmo. Mas não tiro a possibilidade de algum dia ler os livros.

    ResponderExcluir
  16. Já vi o filme e sou fã assumida de Soluço e Banguela, impossível não gostar deles. Tenho certa curiosidade em ler os livros, apesar de estar bem atrasada, mas por enquanto não tenho tempo. De toda forma, adorei sua resenha e concordo com o que disse sobre a nova capa, levando em conta a idade de soluço no livro, fica meio sem sentido.

    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Eu amo esse livros de como treinar o seu dragão, já tenho até o 11 mas li até o 07,5 que foi nessa semana, semana que vem leio o 8 e a cada livro melhora ainda mais, adoro acompanhar as aventuras de Soluço e Banguela

    ResponderExcluir
  18. Oi Matheus
    Desejo muito ler essa série do Soluço. Vi os filmes e não tinha como não ficar desejando. Claro que 11 volumes me assustam e fico receoso de que comece a ficar cansativo a escrita como ficou quando eu lia Desventuras Em Série. Não sei se a autora tem talento para prender o leitor, ainda mais infantil, por tantos livros. Só lendo pra saber.
    Caramba, já vi mudanças gritantes do filme para o livro lendo a sua resenha, Matheus. O Bengala sendo criado desde criança pelo Soluço? Isso é demais. *---*
    Enfim, não curti essa capa baseada no filme. Não gosto quando a Intrínseca faz isso e nunca devo gostar.
    Parabéns pela resenha, guri. Quero ver outras dessa série do Soluço.
    Abraços

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Fernanda Rodrigues Mendonça31 de agosto de 2015 23:26

    Eu adoro dragões, então fui correndo ler os livros assim q possivel hahaha Ainda não consegui ler a série inteira, verdade, mas amei os livros. Acho a autora fantastica!
    Só não gostei dessa capa de filme aí que vc colocou. As outras capas são bem mais legais <3

    ResponderExcluir
  20. Oi Matheus!
    Acho que assim... O livro realmente tem defeitos e em alguns momentos pode até deixar a desejar, mas não deixa de ser um livro maravilhoso, como você disse, não importa de ele será criança, jovem ou adulto.
    Beijos!!
    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Na verdade o livro é beeeem diferente do filme. Mas ambos são muito bons!

    ResponderExcluir
  22. Na verdade, neste caso a diferença entre o livro e o filme é muito grande! hahaha
    Mas mesmo cada um deles apostando em uma coisa diferente ambos são igualmente lindos.

    ResponderExcluir
  23. Obrigado pela sugestão da foto! Nas próximas resenhas de livros ilustrados vou adotar esta ideia!

    ResponderExcluir
  24. Eu pretendo ler todos, mas estão longe de serem minhas preferências agora haha

    ResponderExcluir
  25. Eu também tenho muito receio referente à capacidade da autora de prender o leitor. É torcer para que ela consiga segurar a história até o fim!!!
    Eu também não sou muito fã destas capas da Intrínseca, mas ela não perde a oportunidade de lucrar um pouco mais haha


    Qualquer dia desses leio o próximo livro da série e então posto a resenha aqui! Ah, e obrigado! :3

    ResponderExcluir