postado por Funs Hunter em 15 outubro 2015

Resenha | Paixão Sem Limites


          

Enfie isso na sua cabeça. Não posso tocar em você. Quero tanto fazer isso que está doendo, mas não posso. Não vou magoar você. Você é... perfeita, intocada. E no final, nunca me perdoaria.



Li Paixão Sem Limites a algum tempo, e resolvi vir contar a vocês sobre o que achei (após uma releitura da obra, para não deixar nenhum ponto passar). Como bem diz na sinopse, Blaire passou por muitas dificuldades durante seus curtos 19 anos. Após sua mãe falecer depois de um tratamento árduo, Blaire precisa recorrer ao seu único parente vivo que é o seu pai.
Ele cede um espaço para Blaire ficar, até que ela se organize e possa adquirir sua própria moradia. O que ela não esperava ao chegar lá era descobrir que a casa que seu pai cedeu na verdade é de Rush Finlay, filho da madrasta dela com um astro de rock. E que seu pai fugiu com a atual esposa - e mãe do Rush - para Paris, a deixando novamente sozinha e sem amparo.
De início a relação de Rush e Blaire é complicada e cheia de ódio, porém "onde tem ódio tem amor", fazendo com que Rush e Blaire entrem em um rolo muito complicado e perigoso. Rush tem um segredo muito poderoso, que pode arruinar o começo da relação entre eles e o coração de Blaire.


Paixão sem Limites é o primeiro livro da série "Sem Limites" que faz parte da Saga "Rosemary Beach". Ele é classificado como new adult, e tem presente MUITAS CENAS QUENTES. Para quem não é acostumado com romance eu não indico muito essa série, por motivos de: A personagem principal (Blaire) é um pouco mimizenta em alguns momentos. Ela sofre porque ninguém gosta dela, porque a vida foi injusta com ela e levou as pessoas que mais amavam. Só que o que eu gosto nela é que todo o seu sofrimento é contido e ela faz de tudo para dar a volta por cima. Ela não se coloca para baixo porque sua vida foi sofrida, mas tenta encontrar métodos de melhorar e ser feliz.
Rush por outro lado é filho de um astro de rock, cheio de tatuagens e piercings, podre de rico e DE LINDO. Porque pelo que eu notei TODAS AS MOCINHAS E OS RICOS SÃO BONITOS. Os trabalhadores normais nem tanto. Ele é bastante possesso e ignorante durante essa obra, e é fácil não gostar dele em diversos momentos, principalmente por causa desse "segredo" que ele esconde.
Uma coisa que me incomodou foram as cenas de sexo. Blaire chega como a maioria das protagonistas femininas desses livros: Virgem. E na primeira vez que ela vai ter relações ela já sabe o que fazer e consegue chegar ao ápice, igual a maioria das protagonistas desses livros (lembrando que a probabilidade de tudo ocorrer 100% na primeira vez é baixa. Normalmente a garota ou sente incômodo, ou não gosta e mais normalmente ainda ela não chega ao ápice, acontecendo somente a partir da segunda/terceira vez.).
"O corpo inteiro de Rush estava tenso, mas ele não parecia querer dizer nada. Senti um peso no coração. Aquele segredo, fosse qual fosse, nos impediria de fazer qualquer coisa. Era importante demais para ele e, portanto, um alerta vermelho para mim. Se ele era incapaz de me contar algo que até mesmo Bethy sabia, nós tínhamos um problema."
Os personagens secundários são super importantes durante a obra e fazem a festa ganhando nossos corações. O Grant, a Bethy são uns amores, mas a Nan é insuportável. Uma hora vocês entenderão o porquê. Eles completam a obra e os personagens, dando personalidade a eles. A narrativa é feita a partir do ponto de vista de Blaire, e isso é legal, porém senti falta da visão do Rush, que poderia esclarecer diversas coisas.
A edição da Editora Arqueiro está satisfatória, a modelo da capa é legal e eu não encontrei erros de coerência ou gramática, me dando a entender que não houve erro de tradução. Mas como a leitura foi bastante fluida e divertida, talvez eu não tenha prestado atenção.







Sobre a Autora: 
Tamiris
Tamiris é blogueira do Pausa Para Um Livro e depois de fã do Fun's Hunter, veio acrescentar um toque feminino no blog favorito. Lê tudo que o Paulo indica, mas também tem uma séria paixão por romances. Quando não está lendo, está cozinhando. Então não se assuste se ver um pouco de comida nas fotos.


12 comentários:

  1. Alessandra Fernandes15 de outubro de 2015 20:58

    Oi Tamiris! Eu realmente tenho muito interesse nessa série, apesar de geralmente os livros desse gênero não me interessar. Foi muito legal ler sua resenha e conhecer a vida dos personagens e um pouco da história, mesmo que você ficou um pouco desconfortável em algumas cenas. Tenho certeza que vou amar acompanhar essa serie.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Amo essa série, acho a escrita da Abbi Glines ótima, doida pra ler mais livros da saga Rosemary Beach

    ResponderExcluir
  3. Oi, Tamiris. Uma coisa que não consigo identificar-me é a escrita da Abbi Glines. O gênero proposto por ela, mais erótico, já não conta pontos nenhum para meu estilo de leitura, mas unido a sua escrita, o livro fica ainda pior para mim. A série sem limites não me interessa muito. Apesar do drama passado no fim da adolescência de Blaire e toda a sua relação de ódio e amor por Rush, o livro não me conquista.

    ResponderExcluir
  4. Oi Tamiris, apesar de gostar da forma como a autora escreve e conta sua história,confesso que Blaire me irritou em algumas partes, pois na minha opinião aceitou muito as "viajadas" da Nan.
    Bjs,Rose.

    ResponderExcluir
  5. Eu nao li nada da autora Abbi Glines, e já vi que os livro dela tem mais essa pegada sensual, não consigo gostar e sentir interesse por esse tipo de livro, Mas acompanho as resenhas pra saber o que rola né, e vi muita gente falando bem dessa série, pra quem gosta parece ser ótima, infelizmente pra mim nao ia tirar muito proveito :/

    ResponderExcluir
  6. Esse saiu de minha lista de desejos tão rapio quanto entrou, e agora to pesando em colocar de novo rsrs. Primeiramente coloquei porque gosto muito da autora e imaginei logo que seria ótimo esse livros, mais daí vi muita gente falando mal e dizendo que a leitura não valia a pena, mas agora vendo você falar que é tão divertida e é uma leitura bacana estou pensando em dar uma chance e coloca-lo em minha lista de desejos novamente. ...
    Bjocas

    ResponderExcluir
  7. eu não conhecia a série mas tampouco o livro chamou minha atenção.
    não gostei da história, achei meio que previsível e também não faz meu tipo de leitura. acho que pra quem gosta desse tipo de livro e quer passar o tempo, é uma boa dica de leitura!


    beijo

    ResponderExcluir
  8. Tenho esse livro a um tempo na minha estante, mas nunca o li, já vi várias resenhas positivas e tudo mas sabe quando vc pega um livro e não sente vontade nenhuma de lê-lo, bem foi isso que me aconteceu, mas pretendo ler ele e mais uns 30 desses ainda esse ano ou início do ano que vem!

    ResponderExcluir
  9. Tammires!
    Acredito que só tenho o terceiro livro dessa série e por isso ainda não iniciei a leitura, quero ter todos em mãos para ler de uma vez só.

    “Tudo é precioso para aquele que foi, por muito tempo, privado de tudo.”(Friedrich
    Nietzsche)

    cheirinhos

    Rudy

    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  10. Quando comecei a ler a resenha, eu achei que eu iria me interessar pelo o livro, mas ao terminar a resenha, vi que isso não aconteceu. Como eu não gosto de New Adult, raramente livros nesse estilo me atrai. Além disso, o fato da personagem ser mimizenta também não me agradou!

    ResponderExcluir
  11. Tamiris, li Paixão sem limites faz um tempo, e realmente não lembro de muita coisa, do segredo principalmente, terei que reler. Também gostei, achei o livro fluido e curtinho. Não li o segundo que é versão do Rush. Estranha perfeição eu não gostei.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. Eu realmente não me interesso por essa série. Primeiro porque não sou exatamente fã de romances, ainda mais quando eles envolvem sexo, acho que poucos autores sabem dosar a quantidade de erotismo em seus livros, o que acaba tornando as cenas quentes os pontos centrais das histórias. Em segundo, também não curto muito os personagens, todas as resenhas que li os apresentaram da mesma forma, e eu tenho certeza que eles me irritariam facilmente, me fazendo largar o livro.

    ResponderExcluir