postado por Funs Hunter em 16 novembro 2015

Resenha | Simples Perfeição


          

Acho que a vida de todo mundo é controlada por uma série de acontecimentos e cabe às pessoas escolherem o que querem.

Simples Perfeição é a continuação de Estranha Perfeição, que já foi resenhado aqui. Ou seja, talvez você encontre um pouco de spoiler pelo fato de ser uma continuação. Mas tentarei ao máximo me ater a sinopse (que já é um baita spoiler em si, lendo agora). Simples Perfeição começa no exato momento (não tão exato assim, uns dois dias depois) que acaba o primeiro livro. E já começa com "climão". 
O pai do Woods morre e deixa todo o legado do Clube Kerrington para o jovem rapaz, então Woods deve mostrar que é capaz de cuidar de tudo isso, mas que precisa de Della ao seu lado para conseguir lidar com tudo isso. Mas Della ainda tem muito o que enfrentar, e entre seus demônios está a ex-noiva e mãe de Woods, que conseguem convencer a moça de que ela nunca será o que Woods deseja. Então ela vai embora para que Woods possa ser feliz. Agora resta saber se eles vão conseguir seguir em frente ou se o amor irão uni-los novamente.


Ainda estou aqui pensando o que irei dizer sobre esse livro. O livro começa logo com a morte do pai do Woods (sou má, então não liguei porque ele morreu), e com todo o bafafá com a mãe dele e Angelina. Até aí tá beleza. Mais uma vez Abbi consegue provar que livros clichês podem ser legal, porque nós sabemos a maior parte das coisas que acontece nesse livro. A questão de romance entre Woods e Della é bastante visível e entendemos todos as barreiras que eles tiveram que passar durante o livro.
Eles continuam totalmente apaixonados um pelo outro, mas a Della é bastante complicada, então ela dificulta bastante o relacionamento que era para ser simples. Woods cada momento está mais necessitado da presença de Della e ele sofre com cada mudança de opinião da mesma. Juro, se fosse fácil encontrar homens como o Woods dando sopa por aí (e eu estivesse disponível, é claro) eu não ficaria fazendo a difícil, e trataria meus problemas perto dele.
Meu peito estava tão apertado que cada respiração doía. Eu não liguei para ninguém. Fiquei horas sem sair de casa, segurando o travesseiro com força. Passavam das nove da noite. Eu estava em casa havia cinco horas. Fazia quanto tempo desde que ela foi embora? Ela sabia ontem à noite que ia me deixar?
MAS eu descobri uma coisa sobre a Abbi nesse livro: Ela pode ser malvada. Eu não vou contar porque seria muita maldade minha, mas ela DESTRUIU meu coração durante esse livro e ainda não consegui me recuperar. Choro sempre que lembro. Essa parte da obra é tocante e acaba com o leitor. {parei para respirar} Mas sério, quem gosta dessa série e está chegando nesse livro... ai ai, aguenta o coração.
{respirei de novo, voltando} Os personagens secundários são de extrema importância para o andamento da obra, eles mexem com a cabeça dos personagens principais e isso é o que causa o movimento da história. Então alguns são amados e outros odiados, mas todos são importantes.


Não posso deixar de comentar sobre a edição da Editora Arqueiro, que finalmente não colocou um cor puxada no Magenta, e colocou uma COR AZULADA/ESVERDEADA !! Ficou lindo e eu fiquei apaixonada. Essa é uma capa favorita porque deu uma diferenciada nas cores. Sobre tradução eu não posso comentar muito, pois como li em português não dá pra saber. Mas não encontrei nenhum erro de concordância ou coerência. 





Sobre a Autora: 
Tamiris
Tamiris é blogueira do Pausa Para Um Livro e depois de fã do Fun's Hunter, veio acrescentar um toque feminino no blog favorito. Lê tudo que o Paulo indica, mas também tem uma séria paixão por romances. Quando não está lendo, está cozinhando. Então não se assuste se ver um pouco de comida nas fotos.


6 comentários:

  1. Alessandra Fernandes18 de novembro de 2015 09:05

    Oi Tamiris! Eu nunca li nade de Abby, mas tenho uma grande vontade de ler essa serie. Ela mostra ser bastante realista em suas histórias, mostrando esses dramas e confissões amorosas presentes na vida de muitas pessoas.
    Amei ler sua resenha e amei ainda mais em saber o quanto a história de conquistou, tocou e te trouxe tantas reações a cada capítulo.
    Quero muito lê-lo, mas como li alguns spoilers vou adiar um pouco a leitura, pois com o tempo esquecerei eles kkk
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Olá!!
    Descobri que temos gostos parecidos rsrs comecei a ler a resenha e vi a capa e pensei comigo essa é mais linda que já vi até agora, daí chego no final e descubro que é a sua favorita também , mas realmente essa ta perfeita.
    Bjocas!!

    ResponderExcluir
  3. rudynalvacorreiasoares25 de novembro de 2015 01:13

    Ai Tamiris!
    Ando bem saturada onde a protagonista de um romance é totalmente complicada, dificultando o entrosamento com o protagonista mocinha...

    Gosto dos romances e das variáveis que vem com ele.

    ”Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida.”(Sócrates)

    cheirinhos

    Rudy

    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Esse livro é mesmo o mais bonito da série esteticamente falando.E você me deixou super curiosa pra descobrir o que é que acontece e que te abalou tanto assim,não posso nem imaginar o que seja.E se eu também encontrasse um homem como o Woods nunca que eu ia ficar de charminho em vez de ficar com ele logo.Mesmo assim espero gostar muito desses dois,e que todos os problemas deles se resolvam logo pra não dar tempo deles sofrerem muito.kkk

    ResponderExcluir
  5. Oi Tamiris, tenho estranha perfeição e não sei o porquê acabei abandonando a leitura, sei lá achei muito parecido com Paixão sem limites... mas com sua resenha bateu aquela curiosidade de saber o que aconteceu que partiu seu coração, flor. Será que Woods morre? Della? Aí sou forçada a ler Estranha perfeição e Simples perfeição...
    Bela resenha!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  6. começar pela capa, são lindas - as vezes eu vejo as capas e dá vontade de ler, na verdade foi a primeira coisa que me cham,ou atenção-
    bom, acho q depois da tamiris fazer tanta propagando dizendo que é clichê mas é legal acho q não tem outra alternativa eu vou começas a ler...

    ResponderExcluir