postado por Jorge Henrique Vieira Santos em 20 abril 2016

Resenha | Nuvem da Morte [O Jovem Sherlock Holmes #1]


          


Neste livro, iremos conhecer Sherlock Holmes, sim, o próprio, nos seus 14 anos, estudando na escola Deepdene para meninos, onde não tem nenhum amigo, e espera ansiosamente suas férias para poder sair daquele lugar "infernal" e reencontrar seus irmãos e seus pais; esse dia chega, mas as notícias não são boas, o menino terá que ir para Farnham, onde moram seus tios que ele mal conhece, pois seu irmão Mycroft está trabalhando de mais, sua mãe e irmã estão com a saúde fraca e seu pai está em uma viagem para a Índia.


Chegando no lugar, o futuro detetive do 221-B conhece Matty, um garoto que vive sozinho no mundo, e os dois começam uma nova amizade, que se fortalecerá no decorrer do livro, principalmente com os grandes acontecimentos da trama. Tentando manter a mente do irmão trabalhando, Mycroft contrata um tutor para Sherlock que vai tentar passar para ele o máximo de conhecimento possível nas férias. E é aí que o menino conhece seus aliados e que o ajudarão a resolver o mistério principal do livro.

Em sua primeira aventura, junto com seu novo amigo, Matty, que vê um cadáver com uma nuvem preta, como uma espécie de praga, em volta do corpo. Sherlock não se interessa logo de cara, mas quando mais mortes do tipo começam a aparecer, parte em busca do que seria, de fato, aquilo. E garanto para vocês, a resolução é digna de Conan Doyle.


É incrível ver os conhecimentos e habilidades do detetive começando a se aperfeiçoar, toda a arte da inteligência que vemos nos livros originais, tem uma ótima versão de como começou neste primeiro volume. Como não temos muitos indícios de como era a infância e adolescência do personagem nos livros de Conan Doyle, Lane se aproveitou disso e conseguiu criar um ótimo livro do estilo "origem da lenda".


A única ressalva que tenho para fazer, é que as vezes o autor arrastou um pouco a trama, mas de resto é tudo bem explicado, detalhado e bem resolvido, não temos pontas soltas na solução, no meio de muita emoção e ação, o leitor é instigado até o final para saber como o livro termina. 


A edição brasileira do livro está bem feita, a capa é bem trabalhada e muito bonita, a diagramação e a tradução é ótima, se tiver erros de português na obra, não pude notar. Vale muito a pena se ter na estante e ler, claro se você gosta e já teve outras experiências com o personagem Sherlock Holmes, que muitas vezes não é fácil de entendê-lo, mas com o tempo você "pega o jeito".

Avaliação:






Sobre o Autor:
Jorge
Jorge é Colaborador do blog, ama o Universo dos livros, das séries de TV, dos filmes e da Matemática, seus autores preferidos são Cassandra Clare, J.K. Rowling e David Levithan, seu maior sonho é ter uma enorme biblioteca em seu próprio quarto, mas por enquanto se contenta com o que tem. 
 


9 comentários:

  1. Muito legal esse livro. Estou assistindo a série "Sherlock" e estou amando. Ainda não tinha pensado em ler os livros, mas fiquei bastante interessada nesse. Não é do mesmo autor, mas seria também uma boa leitura. Agora estou na dúvida se leio primeiro os livros de Sir Arthur Conan Doyle ou esse! ^^

    ResponderExcluir
  2. Que sensacional. Sou apaixonada por Sherlock Holmes, e um livro criando sua infância, como tudo começou, é realmente incrível.
    Com toda certeza estou muito ansiosa para ler este livro.

    ResponderExcluir
  3. Maria Fernanda Pinheiro20 de abril de 2016 19:41

    Não li nada sobre Sherlock ainda, curioso não ser escrito pelo mesmo autor dos outros livros, acho que seria meio fora de cogitação começar com esse, mesmo parecendo ser incrível

    ResponderExcluir
  4. Krisnamara Alencar20 de abril de 2016 22:39

    Olá, Jorge!

    Adorei a resenha. Confesso que tenho esse livro em casa, meu filho já leu (e gostou), mas eu estava com o pé meio atrás. Fui convencida quando você falou que durante a leitura a gente percebe o desenvolvimento das habilidades do Sherlock. Isso me deixou curiosa, entender como ele se tornou o que é. Você sabe me dizer se é possível ler os livros sem seguir uma ordem ou se devemos efetivamente começar por esse?

    Abraço

    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. toda vida que eu vejo esse tipo de histórias eu fico meio pé atrás. tipo, não é o autor q criou, mas se ele é digno do sir doyle talvez eu leia sem falar q seria o começo da lenda

    ResponderExcluir
  6. Jorge Henrique Vieira Santos23 de abril de 2016 12:43

    Olá Amanda, a série Sherlock é incrível e uma das minhas favoritas, eu recomendo você a ler os livros do Conan Doyle primeiro, pois como disse na resenha é bom você já ter uma experiência com a história de Sherlock Holmes, porque você pode ficar meio perdida!

    ResponderExcluir
  7. cristiane dornelas24 de abril de 2016 14:20

    Gostei da ideia por já conhecer as histórias de Sherlock (dã! Quem não conhece?) e pensei que seria uma versão bem interessante de ler. Parece que é sim interessante e a trama vale a pena, tem toda aquela emoção das investigações do personagem mas com um toque de "comecinho". E até hoje não consegui pegar nenhum deles =/
    Queria ler, vale a pena pra quem conhece os livros originais ou quer uma coisa diferente com o personagem.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Adoro os livros do Sherlock Holmes e já tinha visto esse mas ainda não tinha parado para ler a resenha e gostei bastante de temos uma historia sobre a infância de Sherlock e fiquei interessada em poder conhecer essa outra parte da historia dele, esse é um livro que quero muito ler !!

    ResponderExcluir
  9. Adooro o Sherlock, e sempre fico curiosa por mais mistérios dele. E essa edição ta muito linda, assim que tiver chance vou comprar.

    ResponderExcluir