postado por Tamiris Leitão em 18 maio 2016

Resenha | Aura Negra [Academia de Vampiros #2]


               


Aura Negra é o segundo livro da série Academia de Vampiros, então talvez essa resenha contenha um pouco de spoiler, devido a ter de seguir uma ordem cronológica de fatos. Siga por sua conta e risco.


Neste livro começamos pouco após onde acaba o primeiro. Depois de um ataque sanguinário dos Strigois, a Academia São Vladimir pede ajuda aos melhores guardiões afim de melhorar a segurança. Para fugir dos problemas causados, todos da Academia são levados para um hotel luxuoso, cheio de seguranças e tudo mais para passar os feriados de Natal e Ano Novo. O que não se espera é que os Strigois estão se organizando muito, e Rose tenha que deixar sua segurança para bancar a heroína novamente. 


Com a narrativa ainda voltada para o ponto de vista de Rose, a história deu um salto de desenvolvimento que me agradou bastante. Nessa obra encontramos uma Rose mais centrada, responsável e que se esforça minuciosamente para se tornar guardiã de Lissa. A narrativa está bastante fluida, então a leitura se passa muito rápida e de forma prazerosa. 

As coisas morrem. Mas nem sempre elas permanecem mortas. Acredite em mim, eu sei do que estou falando.

Neste livros ficamos sabendo mais sobre os poderes de Lissa, sobre o que ela domina e como pode influenciar na história. A autora desenvolveu bastante, fechando várias pontas soltas e criando mais pontas para os próximos volumes. Com muita surpresa (muita mesmo, fiquei bastante temerosa durante a leitura), coisas sobrenaturais e uma pitada linda de romance, Aura Negra acrescentou qualidades para a série que tem tudo pra ser uma favorita.


Acho que Rose está cada vez mais se superando: Tem se tornado uma lutadora melhor, uma amiga melhor, uma pessoa melhor. Ela ainda dá muita mancada (não seria Rosemary se não fosse impulsiva), mas em questão a ser uma guardiã (e personagem) ela está se superando. Lissa ainda não ganhou meu coração, deve ser porque ela não progrediu muito no seu jeito, além de cometer um bocado de burrada.


É impossível se forçar a amar alguém, eu me dei conta disso. O amor existe ou não existe. Se não existe, você precisa ser capaz de admitir isso. Se existe, você precisa fazer de tudo o que puder para proteger quem você ama.

Falando de personagens secundário, Christian é muito legal, e tem se mostrado mais legal que Lissa em muitos momentos (sim, personagens mudam e esse mudou completamente desde o primeiro). Dimitri (que é o professor de Rose, por quem está apaixonado) continua se afastando de Rose, porém a atração está cada vez falando mais forte, e é impossível não ser #TeamDimitri. Aparece um personagem novo, e PRECISO que vocês leiam essa série para que possamos debater sobre ele, afinal, ele é aquele que todo mundo ama/odeia.



A diagramação continua simples, porém legal. Não muitos erros, o que me deixa feliz. Não é uma super produção na capa e tudo mais, mas ficou um simples agradável. No geral, eu gostei bastante da obra, e espero que todos possam conhecer o mundo criado pela Richelle Mead.






Sobre a Autora: 
Tamiris
Tamiris é blogueira do Pausa Para Um Livro e depois de fã do Fun's Hunter, veio acrescentar um toque feminino no blog favorito. Lê tudo que o Paulo indica, mas também tem uma séria paixão por romances. Quando não está lendo, está cozinhando. Então não se assuste se ver um pouco de comida nas fotos.


6 comentários:

  1. marlene conceiçao19 de maio de 2016 14:24

    Oi Tamiris.
    Eu amo de paixão essa série, é incrivelmente Boa.
    A personagem principal é bem forte e determinada, umas das melhores que já li.
    Ainda falta os dois últimos livros para que eu complete a série, é incrível ver a atração crescendo entre Rose e Dimitri.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  2. Maria Fernanda Pinheiro19 de maio de 2016 17:24

    Quero começar a ler esta série, pois sou uma amante de vampiros !Gosto de livros no qual conseguimos perceber o amadurecimento dos personagens, isso quer dizer que eles são bem construídos, livros sobrenaturais que conseguem conter um romance são meus preferidos, diferentemente de você eu não gostei da capa, acho que é por causa do rosto, mas acho que a série toda segue um certo padrão

    ResponderExcluir
  3. cristiane dornelas20 de maio de 2016 18:39

    Quando digo que só melhora....
    Esse segundo foi muito bom de acompanhar. A leitura passa rapidinho mesmo e quando aquele personagem aparece nem preciso dizer que a vontade é ver mais dele. Ahh, fiquei apaixonada desde a primeira aparição. Já conquista de cara.
    E o melhor é que a vontade de ler mais pra saber o que acontece não passa. Só dá vontade de ler e ler esses livros.

    ResponderExcluir
  4. ahhh eu tenho que começar a ler essa série
    eu perdoo os spoilers, a outra série que eu li dela (que por um acaso eu tenho que terminar) era começando um livro com o final do outro
    mas enfim... a capa da série eu acho legal q segue um padrão, mas tem algo que acho que podia ser melhor

    ResponderExcluir
  5. Parei no livro 1, mas não resisti e li até o final sua resenha. Quero ler!!! As capas dessa série não são lá maravilhosas, mas a série em si é muita boa. Torço também pelo Dimitri. Fiquei super curiosa para saber o final e quem é o personagem misterioso...
    Um beijo

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Adoro essa serie, gosto muito desse livro, principalmente desse final, é bem legal ver os personagens ao longo do livro crescendo, principalmente a Rose, e não tem como não torce pelo Dimitri um dos meus personagens favoritos !!

    ResponderExcluir