postado por Funs Hunter em 21 maio 2016

Resenha | Dama da Meia-Noite [Os Artifícios das Trevas #1]


                 
Ambos estavam de uniforme, a roupa preta e resistente que os marcava como Nephilim: parte humanos, parte anjos, os líderes incontestáveis de todas as criaturas sobrenaturais da Terra. [...] A maioria dos Caçadores de Sombras nascia assim, mas eles também podiam transformar humanos em Caçadores de Sombras se assim desejassem. Estavam desesperados para repopular seus exércitos, desde que tantos foram perdidos na Guerra Maligna. Dizia-se que eles sequestravam qualquer um com menos de 18 anos que apresentasse algum sinal de que poderia ser um Caçador de Sombras.

Emma Carstairs nunca acreditou que a morte dos pais foi causada por Sebastian Morgenstern durante os acontecimentos da Guerra Maligna, mesmo a clave dando o assunto por encerrado ela continuou investigando. Julian Blackthorn pertence à família que dirige o Instituto de Los Angeles, é também parabatai de Emma e, junto dos irmãos, presenciou as atrocidades cometidas na terra natal dos Caçadores de Sombras a cinco anos atrás. Como o Povo das Fadas se aliaram a Sebastian durante a guerra, dois de seus irmãos sofreram por terem sangue desse povo; Mark foi sequestrado e levado para ser integrante da Caçada Selvagem, enquanto Helen foi banida/exilada pelos próprios nephilins.
Julian assumiu a responsabilidade em cuidar de seus irmãos mais novos com apenas doze anos, seguiu firme o seu caminho com a ajuda de Emma.

Agora, mortes inexplicáveis estão acontecendo em Los Angeles. Os corpos são marcados com símbolos desconhecidos e quando Emma encontra um dos corpos lembra imediatamente dos pais. Eles possuíam os mesmos símbolos quando foram encontrados.
O problema é que alguns dos assassinados pertencem ao Povo das Fadas e, após a Guerra Maligna, as Cortes Seelie e Unseelie sofrem com a Paz Fria. Nenhum Caçador de Sombras pode ajudá-los ou investigar algo que tenha relação com eles, apenas os Irmãos do Silêncio e os Centuriões da Scholomance tinham essa autorização.

Emma, a família Blackthorn e Cristina terão a chance de investigar essas mortes e ainda conseguir a volta de Mark para casa, mas a quebra da lei é tão perigosa que as consequências podem ser cruéis!


— Eu estava pensando que talvez isso signifique alguma coisa – continuou. – Que talvez tivéssemos que esperar até agora para descobrir o culpado. Até você estar pronta para isso. Eu vi seus treinamentos, observei enquanto melhorava. Cada vez mais. Quem quer que seja, o que quer que seja, você está pronta agora. Pode encarar. Pode vencer.


Cassandra Clare é mundialmente conhecida por seus livros sobre os Caçadores de Sombras. Seus primeiros livros eram para ser uma trilogia, mas acabou virando uma série com seis livros - Os Instrumentos Mortais. Entre um lançamento e outro fomos surpreendidos com a notícia e publicação de uma nova trilogia - As Peças Infernais - se passando antes da primeira. E sim! Não poderia faltar mais histórias após o término da série. Os Artifícios das Trevas leva como personagens principais dois jovens apresentados em Cidade do Fogo Celestial.

Tem quem goste, tem quem não goste, tem quem acha que a história deveria ter encerrado em Cidade de Vidro; mas eu, sinceramente, espero que Clare escreva muitas outras histórias dos Caçadores de Sombras.

Não dá pra saber o que esperar durante a leitura, o livro possui 574 páginas e muita coisa acontece. Claro que algumas partes são desnecessárias em um primeiro momento, mas se mostram importantes em determinado momento da história.


A Clave tinha um lema: A Lei é dura, mas é a Lei. Todos os Caçadores de Sombras sabiam o que isso significava. As regras da Lei da Clave tinham que ser obedecidas, por mais duras ou dolorosas que fossem. A Lei se sobrepunha a todo o restante – necessidades pessoais, dor, perda, injustiça, deslealdade. Era a Lei.

A quantidade de personagens que você precisa assimilar durante a leitura é grande. Além dos novos, alguns de Os Instrumentos Mortais e As Peças Infernais nos dão a honra de suas presenças, mesmo que por pouco tempo ou apenas em alguma lembrança.
Emma busca vingança e não se importa com a sua segurança para isso, apenas tenta que os outros não sofram ou se machuquem. Julian se mostra bastante responsável e amigo.
Os irmãos de Julian são uns amores ou não e sempre estão dispostos a tudo. Drusilla está passando pela fase dos filmes e é uma completa sonhadora. Livia e Tiberius ajudam bastante durante a investigação; o gênio e a protetora trabalham bem juntos quando não estão brigando por alguma coisa. Não posso esquecer de Octavian, tão novo e inocente, mas que não deixa de ser de grande ajuda.
Cristina Rosales está passando uma no no Instituto de Los Angeles e parece esconder algo até mesmo de Emma, disposta a ajudar e a guardar o segredo dos amigos, tudo munda com a presença de Diego Perfeito Rosales, seu antigo namorado. 
Malcolm é o Alto Feiticeiro de Los Angeles, tipo um Magnus Bane sem carisma, e apesar de parecer meio doido eu gostei dele. Ajuda o Instituto como pode e Julian em algo que ninguém mais pode saber.

A Academia dos Caçadores de Sombras e Scholomance são brevemente explicadas durante a história.


Kit olhou para a dupla com interesse renovado. Todo mundo que sabia sobre os Nephilim, sabia o que eram os parabatai. Dois Caçadores de Sombras que juravam lealdade eterna e platônica um ao outro, e para sempre lutariam lado a lado. Viveriam e morreriam um pelo outro. Jace Herondale e Clary Fairchild, os Caçadores de Sombras mais famosos do mundo, ambos tinham parabatai.

As páginas vão passando e a leitura fluindo maravilhosamente bem, sempre um capítulo deixando o gostinho de quero mais.
Cassandra não decepciona em criar a nova história sem esquecer do que já aconteceu. Os personagens são marcantes e nos despertam diversos sentimentos.
Não pensem que a história fica somente em descobrir o que aconteceu com os pais de Emma. Algo proibido aos Caçadores de Sombras é finalmente explicado, mas que tem início nesse volume. É algo que irrita por ser proibido, mas que, ao ser explicada, acaba amenizando a situação.
A Corte Unseelie, especificamente Kieran, são uns &%$#$#%. Leiam sabendo que eu odiei ele, mesmo tendo me simpatizado com a sua história no início.

O ciclo se fecha nesse primeiro volume, a resposta tão procurada é encontrada! Perdemos alguns personagens e outros ganham destaque. Ficou impossível saber o que Clare planeja para o próximo livro!


A edição da Galera Record está linda! Essa primeira edição - de colecionador - possui capa holográfica, mapa de Los Angeles e um capítulo extra. Melhor garantir o seu antes que acabe!
Mas eu vou ser chato agora... Não sei o que está acontecendo com a editora quanto a revisão, são erros grosseiros que acabam desanimando durante a leitura. Li, recentemente, Príncipe Mecânico e A Luva de Cobre. O primeiro está impecável, já o segundo também peca na revisão. A autora e as histórias não merecem esse descuido da parte deles. Passa a impressão de ser feito as pressas para garantir um espaço menor entre o lançamento da versão nacional e a americana.
O que senti falta foi não ter lido Tales From the Shadowhunter Academy (Contos da Academia dos Caçadores de Sombras, em tradução livre). Poderiam ter lançado os e-books por aqui também Galera Record. Ajudariam bastante!


A história é incrível e me agradou bastante! Com certeza um dos meus livros favoritos de 2016! =D

Meus livros da Cassandra Clare e do mundo dos Caçadores de Sombras


Onde fores, irei;
Onde morreres, morrerei, e lá serei enterrado:
Que o Anjo o faça por mim, e ainda mais,
se qualquer coisa além da morte nos separar
Juramento Parabatai






Sobre o Autor:
Paulo Cezar
Paulo Cezar é Administrador e Cofundador do blog, descobriu o fantástico mundo dos livros quando leu, pela primeira vez, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Além dos livros, também é apaixonado por filmes e séries.


9 comentários:

  1. marlene conceiçao21 de maio de 2016 23:55

    Oi.
    Eu já estava com saudades da escrita da Cassandra Clare, amo a série Os instrumentos mortais, e tenho certeza que amarei esse também.
    Achei a premissa muito interessante, essa série promete, não sou muito fã de quando os livro tem personagens demasiado, fica confuso.
    Enfim irei ler com certeza.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  2. eu preciso desse livro!!!
    nossa nem chegamos na metade do ano e esse já é o favorito??
    deve ter sido realmente bom ;)
    ah, adorei a foto muito linda

    ResponderExcluir
  3. Maria Fernanda Pinheiro22 de maio de 2016 12:53

    Quero muito ler este livro para conhecer melhor alguns personagens e matar a saudade de outros, bom que eu já me ''sinto em casa'', a Cassandra não é de nos decepcionar, sempre com livros de leitura fluida e ao mesmo tempo complexos, e que complexos em ! o livro é um tijolão rsrs amei a diagramação do livro e espero poder ler em breve

    ResponderExcluir
  4. cristiane dornelas29 de maio de 2016 15:55

    Estou com ele aqui e fazendo pirraça para demorar pra ler. Porque até sair outro, Jesus! E o medo de esquecer? Perder aqueles detalhes e etc...
    Mas ela é sensacional, essa autora escreve qualquer coisa e sou obrigada a ler por ser garantia de tempo bem gasto. Estou louca pra ver o que ela fez com esses personagens depois do fim de TMI. Só deu um pequeno gostinho de uma boa história vindo por lá e esse livro parece ter cumprido o papel. O mais legal da autora é que os livros podem ser enormes e mesmo assim não perdem a graça. Ela sabe enrolar e fazer aquela enrolação ser alguma coisa mais para frente. Nada se perde. E a leitura flui que é uma beleza, né? Espero para que seja um favorito pra mim também.
    ps: que foto linda essa do final, com todos os livros *-*

    ResponderExcluir
  5. Uau Paulo, nem sabia que você era fã dessa série! Mara sua coleção, acho linda as capas holográficas. Não li ainda, tenho alguns livros, não em ordem... e acabei deixando de lado. Acho muito legal que autora ainda continue escrevendo continuações... mas claro sem ficar massante. Pela sua paixão acho que vale a pena eu começar a ler.
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem como eu não gostar da Cassandra... Deixei o primeiro livro mofando por uns dois anos na estante, depois que li eu corri comprar os outros =D

      Excluir
  6. Oi!
    Que coleção mais linda essa sua, adorei, já estava com saudade do mundo dos Caçadores de Sombras, gosto muito dessa serie da Cassandra acompanha todos os livros, e assim que soube desse lançamento fiquei curiosa, mas não estava animada para ler até ler as resenha e agora preciso ler esse livro, parece que a Cassandra consegue trazer surpresas para esse mundo e personagens que nos conquista, com certeza irei ler !!

    ResponderExcluir
  7. A capa do livro está muito linda, e a história parece não decepcionar!! A trama está bem construída, os personagens bem cativantes!!

    ResponderExcluir
  8. O livro parece conter uma história cheia de batalhas, mistérios e magias!! é um livro até grandinho, mais de 500 páginas!! Os personagens são bem construídos!! O livro tem tudo para ser bom!! A capa está maravilhosa!! Já quero ler!!

    ResponderExcluir