postado por Funs Hunter em 20 julho 2016

Resenha | Um Mundo Sem Príncipes [A Escola do Bem e do Mal #2]


                    
Agatha se inclinou à frente, sentindo o estômago embrulhado...
"Então, eu os declaro..."
Foi quando ela viu.
"Marido e..."
Seu dedo estava reluzindo em um tom de dourado radiante.

Spoiler Alert: Se não leu o primeiro volume, siga por sua conta e risco!


Sophie e Agatha estão de volta a Gavaldon para o que acham ser seu Felizes Para Sempre, mas as coisas estão prestes a mudar... E não será para melhor!
Nove meses depois de voltarem, o povoado começa a ser atacado e por apenas um motivo. Eles querem Sophie morta.
Os planos para ajudá-la não dão muito certos e Agatha precisa garantir a segunça da amiga. Isso as coloca em um caminho sem volta, diretamente para A Escola do Bem ou do Mal... Ou quase!


Devido ao final do Conto de Fadas de Sophie e Agatha, as escolas sofreram uma mudança e agora são conhecidas como Escola Para a Iluminação e o Encantamento de Meninas e Escola Para Vingança e Indenização de Meninos. O Bem e o Mal convivem juntos na mesma escola!
A irmã do professor Sader, Evelyn, é a nova reitora da escola das meninas e ficou feliz com o aparecimento das duas. Apenas os seus motivos é que não estão tão claros assim!


Enquanto as garotas seguiam seu elegante coque grisalho pelos arcos e murais azulados da Coragem, elas olhavam, pasmas, vendo que, onde antes havia paisagens de príncipes viris destruindo demônios e salvando princesas indefesas, agora havia outras paisagens: Branca de Neve quebrando o vidro com os próprios punhos e saindo de seu esquife, a Chapeuzinho Vermelho cortando ela própria a garganta do lobo, a Bela Adormecida ateando fogo ela mesmo em seu tear... 

Um Mundo Sem Príncipes é o segundo volume da Trilogia A Escola do Bem e do Mal, publicados no Brasil pela Editora Gutenberg.

Pra quem leu o primeiro volume e, assim como eu, ficou sem entender o que poderia acontecer no próximo livro, já que o arco principal se encerra, saibam que Soman Chainani acertou, e muito, ao continuar a história.
Agora divididos, os alunos estão em clima de guerra que pode estourar a qualquer momento. Quando Agatha, uma princesa, escolheu Sophie, uma bruxa, no lugar de Tedros, seu príncipe, as demais princesas viram que não precisam mais dos príncipes e que podem ser amigas de seus rivais. Isso colocou o mundo dos Contos de Fadas completamente de pernas pro ar.


"O que aconteceu aqui aconteceu por toda a Floresta Sem Fim", disse a professora Dovey, solenemente. "Enquanto sua história se espalhava como uma praga e as princesas imaginavam um mundo sem príncipes, os homens eram magicamente expulsos de seus castelos e se tornavam sem-teto. Eles suplicavam às bruxas que interrompessem a maldição, mas elas também tinham ouvido A história de Sophie e Agatha. Agitadas pela força de seu elo, as feiticeiras uniram forças com as princesas e assumiram o controle dos reinos."

Em nenhum momento a leitura se tornou algo cansativa ou sem sentido, o mistério envolvendo determinado personagem me deixava louco de curiosidade e foi algo revelado aos poucos pelo autor, o que me deixava ainda mais ansioso em concluir a leitura.

Falando em personagens, eles estão bem diferentes nesse segundo livro, mas a ligação com o Bem e o Mal de Agatha e Sophie, respectivamente, continuam a ser explorados pelo autor. Ambas são determinadas e não querem magoar a amiga, mas ambas tomam algumas atitudes que não deixam dúvidas de que algo pode sair tremendamente errado se a outra descobrir.
Tedros fica irritante em certos momentos, mas me deu uma pena dele em certo ponto da história. Mas fez por merecer! As professoras Dovey e Lesso, ambas antigas reitoras, passam a impressão de esconder algo das meninas, mas logo é possível perceber o motivo e o que a impede de dizer o que realmente querem.

Quanto a edição, finalmente posso dizer que fiquei complemente feliz com a capa. A primeira foi uma adaptação da editora, mas essa é a original do livro, mostrando os personagens que foram omitidos na anterior. As imagens no início dos capítulos continuam a aguçar a curiosidade do leitor para o que vai acontecer. A única coisa que não gostei foi a troca de nome de um personagem da escola das meninas de um livro pro outro, não sei se foi durante a tradução, mas ficou bem estranho.


O final foi novamente rápido demais, mas perfeito para o rumo que a história tomou. Claro que dessa vez ficou algo em aberto para o próximo livro, Infelizes Para Sempre.

Simplesmente viciante! Não tem como não querer sempre mais e mais da história. Os acontecimentos vão te deixando ansioso para o desfecho e Soman Chainani sabe realmente como deixar qualquer um louco para saber o que poderá acontecer!

1. Meninas abrandam. Meninos endurecem.
2. Meninas refletem. Meninos reagem.
3. Meninas expressam. Meninos reprimem.
4. Meninas desejam. Meninos caçam.
5. Meninas têm cautela. Meninos ignoram.




Sobre o Autor:
Paulo Cezar
Paulo Cezar é Administrador e Cofundador do blog, descobriu o fantástico mundo dos livros quando leu, pela primeira vez, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Além dos livros, também é apaixonado por filmes e séries.


6 comentários:

  1. Como não li o primeiro volume e estou louca para lê-lo, acabei pulando algumas partes mas continuo muito curiosa pela trilogia!
    Já sobre a capa, gostei já que é a mesma da edição original, não gosto quando tentam mudar. Quanto ao personagem que tem o nome mudado de um livro para o outro (?) acho bem confuso e desnecessário </3
    Mas de forma geral, fico feliz que não foi uma leitura decepcionante, bem pelo contrário. Ás vezes tenho certo receio de que a história seja tão boa que acabe estragando hahah

    ResponderExcluir
  2. Oi Paulo!!
    Não acredito que elas voltaram!!! Não vejo a hora de conferir!!!
    Morrendo de curiosidade!!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. ahhh eu quero ler essa série
    concordo a capa nacional ficou mais bonita e olha que normalmente eu não gosto de capas com muita informação.
    qt a resenha, eu acho que mesmo em série dá p fazer livros com começo meio e fim e depois continuar
    pois o mundo continua... mas nem sempre
    vou ler para poder dá minha opinião!

    ResponderExcluir
  4. Adorando ver resenhas deles, porque parece que as histórias são muito boas e viciantes de ler. Só o final que fica meio corrido, acho. Mas como é série isso deve dar é vontade de ver o próximo logo, não? Os personagens tem muita histórias para explorar e conflitos, dramas e aventura é que não falta.

    ResponderExcluir
  5. Depois de ler essa resenha do segundo livro fiquei ainda mais curiosa pela história, se é que isso é possível. Estou louca pra ler essa trilogia, e tenho certeza de que são livros ótimos. Pretendo ler assim que puder, o mais rápido possível.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Não conhecia essa trilogia, mas já fiquei muito curiosa. A capa está muito bonita. E sua resenha está ótima, fiquei com muita vontade de conhecer mais dessa história. Gosto desse gênero! Obrigada pela dica. Abraços.

    ResponderExcluir