postado por Funs Hunter em 26 setembro 2016

Resenha | O Coração da Esfinge [Deuses do Egito #2]


                         

É quase impossível escrever a resenha de uma sequência sem revelar detalhes importantes do livro anterior, tentarei contar o mínimo possível, mas se ainda não leu o primeiro volume, siga por sua conta e risco.


Quando tinha certeza de que não havia algum ataque iminente, ele deixava o corpo exausto descansar, fechava os olhos e a via. [...] Essa era uma benção extraordinária. Mas era também uma maldição.

Lilly voltou a sua rotina, mas é difícil esquecer a aventura que viveu com os Filhos do Egito e, principalmente, os momentos com o príncipe Amon. Para piorar as coisas, ela tem pesadelos estranhos com ele em um local totalmente estranho. 
Tentando relaxar, ela viaja para a casa da avó para visitá-la e passar alguns dias ajudando por lá. Mas as coisas não serão tão simples assim... No meio da noite Lilly recebe a visita de um velho conhecido de sua antiga aventura. O deus da mumificação não trás notícias tão boas!
Amon está perdido no reino dos mortos e apenas a conexão que Lilly e ele possuem, além do fato de ela estar em posse de um objeto de grande importância para ele, poderá salvá-lo!

Cortesia da Editora Arqueiro

– E se eu fracassar?
– Se fracassar - murmurou ele , sua avó e o resto da humanidade terão muito mais com que se preocupar do que com o seu desaparecimento.

Sempre algum autor acaba se tornando o nosso favorito entre os contratados pela editora e na Arqueiro não podia ser diferente. Colleen Houck escreve de uma forma tão cativante que é impossível não gostar de seus livros.
O Coração da Esfinge é o segundo volume da série Deuses do Egito e, mais uma vez, a autora nos presenteia com uma profunda imersão em uma mitologia não tão explorada nos livros, a egípcia.

A Terra deveria estar segura por mais mil anos, mas Seth está ficando mais forte a cada dia. Para piorar, um dos príncipes que possui a missão de lutar contra o deus acaba pulando para o além e está na terra dos mortos, como se fosse o inferno. Lilly terá a árdua missão de resgatá-lo.
Mas não pensem que isso será uma tarefa tão fácil. Ela precisará sofrer uma grande mudança pra conseguir chegar até ele. Essa mudança poderá mudar muita coisa...


– Você é bem ousada, para uma mortal.
– E você é bem limitado, para um deus.

Nosso conhecidos personagens estão de volta, mesmo alguns tendo pouco espaço na história. Os apresentados nesse livro chamam bastante atenção e o destaque fica por conta de Tia, Ashleigh, Hórus, Anúbis e outros deuses. As duas primeiras tem um papel muito importante para a história, mas é impossível saber o rumo que elas terão no próximo livro.

A grande novidade fica por conta da autora não utilizar um triângulo amoroso na história e sim... Mentira gente, ela fez isso sim, mas sei lá o nome a dar pra isso, é tanto personagem a fim da Lilly que nem contei. kkkkkk
As vezes eu me irritava nessas partes e só queria que a ação voltasse, mas os acontecimentos futuros foram explicando melhor o que estava acontecendo. Não desanimem! rsrs

Uma coisa que sempre gosto nos livros da Colleen Houck é a descrição minuciosa que ela utiliza. Imagino perfeitamente a cena acontecendo, o personagem em cena e a magia por trás de tudo. É cativante, viciante e impossível não querer mais livros dela.


Ísis era um anjo. Um relâmpago aterrorizante e luminoso que atravessou o céu com um estrondo de trovão tão alto que o firmamento estalou. Como um cometa fugaz e fantasmagórico, feroz, ofuscante e evanescente, passamos por cidades e fazendas, desertos e montanhas. Tudo que eu podia fazer era me manter agarrada a ela com força e me perguntar o que seria feito de mim.

Sobre a edição do livro, a capa está incrível! O tom metalizado foi um grande acerto da editora Arqueiro para os livros da série (mesmo dando um certo trabalho para as fotos). Diagramação simples, seguindo o padrão do primeiro livro. Encontrei alguns erros durante a leitura, mas nada que atrapalhe.

Nem preciso comentar que estou ansioso para o próximo né? O final de O Coração da Esfinge me deixou cheio de dúvidas e eu preciso dessas respostas. Ah, eu também gostei muito de descobrir o segredo que o título esconde. =D







Sobre o Autor:
Paulo Cezar
Paulo Cezar é Administrador e Cofundador do blog, descobriu o fantástico mundo dos livros quando leu, pela primeira vez, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Além dos livros, também é apaixonado por filmes e séries.


7 comentários:

  1. Livros com deuses do Egito eu só os do Rick Riordan, mas a vontade de ler mais sobre essa mitologia sempre foi grande, por isso essa série sempre esteve na minha lista. Aliás, tô louca pra ler qualquer livro da autora, pois sempre vejo falar bem.
    E saber que a autora faz uma descrição minuciosa do que acontece me deixou mais curiosa ainda!
    Quero muito ler!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  2. A forma como ela descreve as coisas é muito boa mesmo. Você consegue imaginar bem e aquilo te envolve, você se perde na história fácil, fácil. Gostei da outra série dela que li e foi por causa de toda mitologia, magia e a forma de escrita. Esse parece ter tudo isso e é muito bom pelo jeito. Estou animada com esses livros.

    ResponderExcluir
  3. Depois de A Maldição do tigre me encantei pela escrita da Colleen, adoro os cenários exóticos onde suas histórias se passam, as citações acima deram um gostinho do livro, mal posso esperar para ler.

    ResponderExcluir
  4. Não li o primeiro mas não me importei com os possíveis spoilers já que acho que vou demorar muito a ler esses livros. Não que eu não me interesse, longe disso, mas é que a saga do tigre atraiu muito mais a minha intenção, e se for pra ler algo da Colleen, certamente serão eles. Mesmo não tendo lido nada da autora já sei que ela é famosa pelas descrições detalhistas e por explorar bem culturas não tão exploradas, como a indiana e a egípcia nesse caso.

    ResponderExcluir
  5. eu adorei o primeiro livro, ainda não tive oportunidade de ler esse e eu estou ficando louca para poder descobrir o porquê do coração da esfinge
    e tenho que concordar contigo eu adoro o jeito da collen descrever as coisas é apaixonantes

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li nada da autora. E até tenho vontade de ler a outra série dela, mas sempre vejo gente falando tão mal dos personagens, que até perco a vontade.
    Também estou com vontade de ler essa série, acho a temática dela bem interessante, mas acho que não vou gostar muito desse romance (triângulo amoroso já me incomoda bastante, saber que tem ainda mais personagens interessado pela protagonista, já me incomoda mais ainda). Mas o livro já está na minha listinha :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Ainda não li nada da autora, mas pretendo ler essa série. Acho as capas lindas e a premissa me conquistou! Espero ter a oportunidade de conferir esse história e personagens, em breve. Resenha ótima e motivadora. Abraços.

    ResponderExcluir