postado por Tamiris Leitão em 08 setembro 2016

Resenha | Para Sempre Minha [Rosemary Beach #9]


                    


E lá vamos para o nono livro da série Rosemary Beach. Devo avisar de antemão, que possa ser que ocorra alguns spoilers, porque existem assuntos que devem ser tratados neste livro que aconteceram em outros, e não há como fugir. Então, permaneça por sua conta e risco. Pronto, vamos começar!

Em Para Sempre Minha nós temos (finalmente) a história de Bethy. Ela é a melhor amiga de Blaire - de Paixão sem Limites -, e querida por todos os protagonistas. Porém Bethy está em um péssimo momento: a cerca de um ano e meio atrás de onde começou esse livro, o namorado de Bethy, Jace, morreu afogado na tentativa bem sucedida de salvá-la, em um momento de bebedeira da mesma.

O que Jace nunca soube, nem ninguém, é que Bethy antes de namorar com Jace viveu um romance intenso, incrível e doloroso com o primo dele, Tripp. Tripp conquistou Bethy, roubou seu coração, e na hora que ela mais precisou ele a abandonou. Porém agora ele está de volta, e quer reconquistar Bethy de qualquer maneira.


Então, vamos lá! Eu já li essa obra duas vezes, pra ver se deixava algum mal entendido, mas realmente aconteceu o que aconteceu. Eu não gostei tanto assim da obra. - aaaaaaaaaaaaaaaaaaaa -
Como explicar?! Então, a história ainda tem toda a escrita incrível da Abbi Glines que faz  com que não larguemos a leitura em nenhum momento, tem cenas quentes (embora reduzidas neste livro) e tudo mais. Porém, neste livro houve MUITO sofrimento. Acho que dos capítulos narrados por Bethy, 80% ela sofria: pelo ex, pelo Tripp, pelas situações que aconteciam. E os capítulos narrados por Tripp, ele se castigava pelo que aconteceu no passado.

“ – Você sempre me lembra do que eu perdi. Do que perdi duas vezes. Eu só perco com você, Tripp. Você deixa destruição por onde passa. Não consigo aguentar perder mais nada.”

Sério, chegou uma hora que eu pensei: não é possível que algum ser humano consegue moer tanto numa história. Acredito que esse foi o ponto que mais me incomodou no livro. Mas para compensar, e deixar a leitura um pouco mais leve, nós temos, além de uma narrativa rica e interessante, cenas quentes que nos ajudam a continuar com a série. A história dos dois personagens é muito conturbada, mas é possível ver toda aquela paixão que existe, mesmo quando os dois negam. É interessante ver o amadurecimento dos personagens durante a obra e como eles decidem suas vidas, e eu adoro isso.

“ – Com Jace eu não me preocupava com o que fazer para continuar respirando se ele me abandonasse. Com você, eu quero tudo. [...] Eu me apaixonei por você quando tinha 16 anos e isso nunca mudou. Mas confiar o meu coração a você é outra coisa. Com você preciso saber que será para sempre.”

Por mais que Para Sempre Minha não tenha sido uma das minhas histórias prediletas da série Rosemary Beach, é inegável que ainda continuo encantada pelos personagens. Gosto de histórias com encontros e desencontros, perdão e recomeços.

A edição da Editora Arqueiro ficou linda, não tem o que reclamar sobre diagramação, tradução e tudo. A capa ficou a gosto dos leitores, embora não vou falar mais sobre as cores magentas usada nas capas. Eu indico para quem acompanha a série Rosemary Beach, leia esse livro, porque ele vai ser importante para as próximas obras. E eu já tô ansiosa esperando o de Mase.






Sobre a Autora: 
Tamiris
Tamiris é blogueira do Pausa Para Um Livro e depois de fã do Fun's Hunter, veio acrescentar um toque feminino no blog favorito. Lê tudo que o Paulo indica, mas também tem uma séria paixão por romances. Quando não está lendo, está cozinhando. Então não se assuste se ver um pouco de comida nas fotos.


6 comentários:

  1. Eu também adoro histórias com encontros e desencontros, e apesar de não ter gostado tanto da trama e capa, deu vontade de ler!
    Que pena que você não gostou tanto desse volume da série, mas que mesmo valeu a pena já que tem carinho pelos personagens.
    Obrigada pela dica!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto bastante dessa série, mas estou bem atrasada nela, ainda não li nenhum dos livros do Grant... Estou com bastante vontade de ler esse livro, eu gostei da Bethy desde o primeiro livro, mas eu acho que não precisava ter matado o Jace para ter esse livro (eu gostava tanto dele...) É uma pena que esse seja o livro mais fraco da série, e eu acho que esse sofrimento deles também vai me incomodar um pouco, mas mesmo assim estou querendo ler ele :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Eu esperava gostar mais dele do que gostei. Só que...bem, faltou algumas coisas.
    Tem sofrimento demais mesmo. E até curto isso, ahh gosto mesmo. Sou estranha. Mas acho que não deu muito tempo pra desenvolver um romance ali. Ficou meio "namorei com esse cara, perdi meu namorado, voltei pra esse cara". Ok, nem tanto. Mas deu uma sensação de muito sofrimento e pouco romance. Tá aí um livro que merecia uma continuação. Que fosse melhor desenvolvida a história deles.
    Só que amo essa série. Adoro os livros dela, adoro como a autora escreve e como consigo devorar esses livros. Acho que fica até difícil falar que não gostei, porque gosto até não gostando. Ai que confusão xD

    ResponderExcluir
  4. Já li alguns livros da Abbi Glines (mais especificamente todos da Série Sem Limites e alguns depois desses), mas a quantidade infinita de livros que ela acredita que pode fazer sobre cada personagem, até mesmo os mais secundários, me cansou... Acho que ela meio que encontrou a "fórmula" dela e investiu nisso, mas eu não tenho mais interesse em ler :/

    ResponderExcluir
  5. eu ainda não li nada da abbi e essa série eu fico meio dividida por causa do tamanho (tudo bem q isso é uma contradição pois já li algumas séries enormes)
    e o outro motivo é que sempre aparece outro livro para passar na frente
    livros/histórias de encontros e desencontros já me deixa com dúvida pois muitas vezes me irrita

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Não tenho interesse em ler essa série, pois não é um estilo de leitura que eu goste. E também, estou fugindo de séries grandes, pois já tenho muitas na minha lista de leituras. Mas para quem acompanha e conhece os personagens, com certeza uma boa dica.
    Ótima resenha! Beijos.

    ResponderExcluir