postado por Funs Hunter em 26 outubro 2016

Resenha | Horror na Colina de Darrington

                    

– O que está fazendo aí, Carlinha? – perguntei, bocejando e coçando a cabeça.
– Estou imitando a moça das tranças! – ela respondeu, rindo e contorcendo o rosto.
Olhei em volta – não havia mais ninguém além de nós.
– Onde está a moça, Carlinha?
Então, ela apontou para uma viga no teto que corria paralela à escada.

Benjamin Simons vivia em um orfanato até o dia em que seus tios fizeram contato. No início ele sentiu um pouco de receio com a nova "família"e até foi obrigado a visitar sua priminha que havia acabado de nascer. Alguns anos mais tarde, Júlia, sua tia, ficou enferma e ele foi passar um tempo na casa dos tios para cuidar da Carla, já que Amanda, sua prima mais velha, estava na faculdade e Romeo estava trabalhando fora.
A casa, na colina de Darrington, será palco do pior dia que Ben terá em toda sua vida. Tudo se inicia durante uma madrugada, quando Carlinha vê uma "moca de tranças". 

Cortesia da Editora
– Ele é a escuridão. E a escuridão está chegando.

Horror na Colina de Darrington é um livro que te arrepia logo nas primeiras páginas! Não se trata de uma simples história de terror, os acontecimentos te passam a impressão de reais. A leitura te cativa nas primeiras linhas com o suspense do que está por vir.
O livro possui um ritmo rápido e por não possuir muitas páginas você pode concluir a leitura no mesmo dia que iniciar.

Para conhecer, ou até introduzir alguns personagens e acontecimentos, o autor utilizou uma forma diferente do que apenas o"texto". São recortes de jornais, trechos de interrogatórios, capas de revistas... Tudo vai se relacionando de acordo com a passagem dos capítulos, e nada está lá por acaso.


Benjamin é um personagem que precisa demonstrar muita força com tudo o que está acontecendo. Ele não tem como escapar do que está por vir. Mas alguém o guiará por este tormento, até mesmo quando o inferno se faz presente. Júlia vive conectada a aparelhos desde a fatalidade que a acometeu. Romeo passa o dia fora trabalhando para manter as contas em ordem. Os tios de Ben são importantes para a história, mas se eu me aprofundar mais solto spoiler que tenho certeza que ninguém quer. Você terão que ler pra conhecer um pouco mais sobre eles. Com Carla e Amanda acontece o mesmo, desculpem!


Atrás de mim, um bizarro barulho de cascos subindo as escadas começou a soar. Acima, a viga rangia assustadoramente.
E, assim, o medo também se apoderou do meu coração. Segurei a Carlinha no meu colo e corri o mais rápido que pude para o quarto.

Não há como saber o rumo que a história irá tomar, mesmo sendo uma leitura rápida o autor guarda grandes surpresas! Em nenhum momento os fatos se tornam algo confuso para o leitor, e tudo é explicado no seu devido tempo.

O mais interessante é que Ben está recordando esses acontecimentos que aconteceram a mais de 10 anos. Na época ninguém acreditou no que ele contou (não é fácil crer em tudo o que ele viveu) e a internação em uma clínica psiquiátrica foi a solução encontrada pelas autoridades. É tudo tão nítido em sua mente e foi algo tão angustiante que ele ainda lembra dos detalhes.

Marcus Barcelos não escreveu apenas uma história em que você vê as páginas passando, o autor soube criar um clima de suspense desde o início. É praticamente impossível parar de ler antes de chegar ao final. A vontade de saber o que acontecerá com cada personagem só aumenta.

As duas edições do livro

O livro terá uma continuação em 2017; o que achei ótimo, já que o final deixou aquela sensação de que algo bem maior está por vir.
Horror na Colina de Darrington é simplesmente fantástico! Uma história repleta de ação e reviravoltas...

Quanto a edição, creio que deu pra perceber pelas fotos que a Faro Editorial tomou todo um cuidado com esse lançamento. A capa está linda! Possui relevo no título e nas grades, além de verniz. As laterais das páginas são negras (fiquei devendo essa foto), o que deixa a edição ainda mais perfeita. As margens e espaçamentos deixam a leitura confortável e as ilustrações, exclusivas desta edição, deixam a leitura ainda mais interessante, além de nos proporcionar ainda mais aquela sensação de medo. Sim, no primeiro capítulo você já sente essa sensação de arrepios.
Leiam que não irão se decepcionar!






Sobre o Autor:
Paulo Cezar
Paulo Cezar é Administrador e Cofundador do blog, descobriu o fantástico mundo dos livros quando leu, pela primeira vez, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Além dos livros, também é apaixonado por filmes e séries.


12 comentários:

  1. Oi, Paulo!
    Achei a história bem curta, e se é pra escrever mais em uma continuação, por que não tudo nesse livro? Afinal de contas, 144 páginas passam em um borrão. Não sei o suficiente da história pra dizer com 100% de certeza se vou gostar ou não, mas pelo que vi até agora não me interessou muito. Mas realmente a edição está muito bonita, as ilustrações foram um bom toque.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciana!
      Acredite, continuar com a história nesse livro estragaria tudo o que o autor criou. O primeiro ciclo se fecha nele, mas abre uma porta para algo bem maior.

      Excluir
  2. Oi, Luciana! :)

    A trama desse livro, apesar de curta, é complexa, e nasceu justamente dessa forma. Desde o início quis uma trama narrada desse jeito. Como o próprio Paulo falou, o ciclo desse livro se fecha nele.

    Não tenha preconceito com livros de 144 páginas e dê uma chance à história, eu tenho certeza que você entenderá a minha proposta. ;)

    Grande abraço!
    Marcus Barcelos.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Luciana! :)

    A trama desse livro, apesar de curta, é complexa, e nasceu justamente dessa forma. Desde o início quis uma trama narrada desse jeito. Como o próprio Paulo falou, o ciclo desse livro se fecha nele.

    Não tenha preconceito com livros de 144 páginas e dê uma chance à história, eu tenho certeza que você entenderá a minha proposta. ;)

    Grande abraço!
    Marcus Barcelos.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Paulo.
    Histórias de terror não me atraem muito, sou medrosa, porém essa me chama a atenção. Vi várias pessoas comentando que é muito boa e acabei ficando com vontade de ler.
    Adorei sua resenha.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Paulo!
    Sou nova aqui no Blog, mas já estou adorando as postagens. Quero muito ler esse livro, gosto de mais desse gênero. A capa está linda e a premissa já me conquistou. Que ótimo saber que terá continuação. Ansiosa para fazer a leitura!
    Sua resenha está muito bem elaborada. Dica mais que anotada! Obrigada.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Márcia!
      Seja bem-vinda ! =D
      Logo teremos uma promoção de um exemplar por aqui. Fique de olho!

      Excluir
  6. Eu não conhecia esse livro, mas fiquei com muita vontade de ler ele! O enredo do livro parece ser ótimo, e adorei saber que o livro te cativou desde o começo e toda história parece ser muito bem construída! Já vou colocar o livro na minha listinha :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, mas parece ser bem interessante. Gosto desse tipo de leitura, boa resenha, parabéns (:

    ResponderExcluir
  8. Uma história tensa e muito assustadora.
    Me interessei, pois parece ser muito bom o livro.
    Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  9. Que bom que o livro agrada. Estava querendo ver mais dele e pelo que já vi a história parece ser boa mesmo. Tem terror e deixa a gente se roendo pra saber o final, cheio de suspense. E vai ter continuação mesmo? Que legal! Tomara que seja boa também.

    ResponderExcluir
  10. eu queria muito ler esse livro pois achei interessante a forma como o autor escreveu misturando passado com presente
    e agora sabendo que é daquelas histórias que te prendem do começo ao fim
    eu preciso ler para ontem
    só não gostei de saber que vai ter continuação...

    ResponderExcluir